terça-feira, 4 de setembro de 2007

Prá acabar de vez com a Educação



4 comentários:

martelo disse...

o ministério da educação bem podia ser integrado no das finanças, poupava-se um ministro...

João Rato disse...

vou mais longe: bastava existir um único ministro, o das finanças!
Mais longe ainda: nenhum ministro!

Watchdog disse...

Sócrates oferece estímulos em forma de computadores nas "Novas Oportunidades", depois manda despedir professores e manda aumentar os manuais de ensino...
Porra! Em que ficamos?...

1 Abraço!

Moriae disse...

LOL! Não resistimos mesmo a esse cartoon! E concordo, nenhum ministro!!!
Abraço!