sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Leitão à sexta



O Poder pode-me mas não me engana! Ouçam a letra desta música e tirem conclusões acerca do quotidiano do Rei dos Leittões.

11 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Deixei-te um desafio no meu blogue. Um desafio amigo e solidário.

SILÊNCIO CULPADO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
SILÊNCIO CULPADO disse...

As conclusões sobre o quotidiano do Rei dos Leittões são complicadas. Eu até aprecio muito os Leitões mesmo quando chegam a porcos. São inteligentes, afectivos e até são asseados. É o poder que os transforma em verdadeiros porcos.

GIL disse...

Não percebi nada mas fica para a próxima. Coitado do porquinho.

NINHO DE CUCO disse...

Já aderi à Pala mas gostava de ver aqui textos como tu sabes escrever e poesias como a Terra do Não.
É que isto de porcos... É por todo o lado!

martelo disse...

quer-me parecer que está bom para a matança.

Anónimo disse...

Gostei da letra da música mas olha que a música da letra também é gira. [Desculpa, sou mesmo incorrigível!!].
Acerca do vídeo, aqueles fulanos revelam não terem a mínima consideração pelo pobre do porco e nada perceberem da poda (com p, sim) [Lá estou outra vez a estragar a conversa...]. Atendendo aos fins em vista, por certo que obteriam melhores resultados se proporcionassem ao animal, por exemplo, uma porquinha insuflável, que as deve haver, em vez dum mal amanhado cepo de madeira. Como são burros, deu no que deu. Tanta gente, tanta expectativa, para nada.

Anónimo disse...

Gostei da letra da música mas olha que a música da letra também é gira. [Desculpa, sou mesmo incorrigível!!].
Acerca do vídeo, aqueles fulanos revelam não terem a mínima consideração pelo pobre do porco e nada perceberem da poda (com p, sim) [Lá estou outra vez a estragar a conversa...]. Atendendo aos fins em vista, por certo que obteriam melhores resultados se proporcionassem ao animal, por exemplo, uma porquinha insuflável, que as deve haver, em vez dum mal amanhado cepo de madeira. Como são burros, deu no que deu. Tanta gente, tanta expectativa, para nada.

Maria, Flor de Lotus disse...

Venerável Majestade,

Se todos os proprietários de animais, em especial os grandes produtores, seguissem o exemplo de V. Majestade e equipassem com ginásio para eles, as suas instalações e os criassem com os benefícios cientificamente comprovados do exercício físico para a saúde, eu posso imaginar o acréscimo de qualidade para a vida em geral que daí decorreria.
Mas,
Só aqui entre nós, Majestade, neste caso concreto parece-me que o instrutor de educação física suína talvez devesse trocar o aparelho de exercícios a esse bichinho por outro mais maleável.
É que V. Majestade repare, o bichinho está a salivar um pouco excessivamente ao mero contacto com o aparelho. Parece que alguma coisa ali não bate muito bem.Deve ser o aparelho. Percebo que a pretensão é que exercite o músculo, mas esse aparelho parece muito duro, eu recomendava-lhe que trocasse, para bem do bichinho.
LOL
O seu sentido de humor é sempre surpreendente e agradável.
Haja dias, também, para sorrir ...
um bj
Maria

Watchdog disse...

Está boa...tu desencantas cada coisa!


1 Abraço barrasco!

Marreta disse...

Ah tigre (quero dizer, porco)!
Não é um quotidiano nada mau, mas com uma requisiçãosinha não te conseguiriam arranjar algo mais palpavel e carnudo?
Creio que uma porca insuflável também não seria boa solução. Não sei se aguentaria a pedalada.
Saudações do Marreta.