sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Um projecto de homem

Desta vez o mal não está na notícia mas na resposta que é dada à notícia.
O engenheiro técnico José Sócrates pode assinar projectos feitos por um amigo, por um desenhador ou por um estudante, pode olhar para eles com profundidade, dar uma vistas de olhos ou assinar sem ver, a responsabalidade é dele e, dificilmente, alguém estará em condições de avaliar o empenhamento ou o conhecimento que ele tem dos mesmos. De resto, é prática corrente em coisas da vida este procedimento, a assinatura é, sobretudo, um gesto de responsabilidade. Muitos dos discursos dele, e de outros políticos, também não são escritos pelos próprios e pouco se questiona essa atitude.
O que ele evitava de vir dizer, até porque muito provavelmente está a mentir, era que nunca faria uma coisa dessas, aí é que o desgraçado entornou mais uma vez o caldo: ninguém vai acreditar.
A propósito, quem continua a dizer que o homem não é engenheiro, veja aqui os projectos da sua autoria e diga lá se ele não estava melhor como engenheiro civil do que como primeiro ministro?
Projectos com esta qualidade e este gosto, só mesmo dele, não acredito que sejam de outra pessoa.

18 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pata Negra
Pois é assim como dizes mas do Inginheiro nada me admira. O homem mente com uma segurança dos diabos. Ele vê um 2008 cor-de-rosa e os dados do INE estão a contrariá-lo. Que chatice!... Então e os ATL' s a fecharem e os 6.000 para o desemprego?
O que é que nos vale o que é?
É o Durão Barroso ter sido proposto para o Nobel da Paz!...
Apre, Pata Negra, temos que ir à Pala.

Compadre Alentejano disse...

As obras do nosso Zé, enquanto engenheiro´, é uma autêntica merda. Sem dúvida pior que a dos teus leitôes. Faz-me pena...
Não há-de a educação em Portugal estar uma lástima...
Um abraço
Compadre Alentejano

Alberto Cardoso disse...

Porque é que ele não se cala? Ele não tem vergonha de assumir que projectou aqueles “abortos”!? Claro que não! Basta olhar para a cara dele, feliz e contente, apesar de toda a merda que tem vindo a fazer enquanto governante.
Alberto Cardoso

Alberto Cardoso disse...

Porque é que ele não se cala? Ele não tem vergonha de assumir que projectou aqueles “abortos”!? Claro que não! Basta olhar para a cara dele, feliz e contente, apesar de toda a merda que tem vindo a fazer enquanto governante.
Alberto Cardoso

Metralhinha disse...

O gajo faz pela vida como todos nós e pelo menos tem o mérito de se sair melhor a maioria - veja-se onde está e onde estamos nós.
Os seus projectos são tipicamente portugueses. Tão portugueses que das duas uma: ou ele está bem dentro da mediania da arte ou, em alternativa, assinou nos últimos 30 anos milhões de projectos de norte a sul e ilhas.

pé de salsa disse...

Agora já se começa a perceber a razão do país andar de arrecuo.
Com projectos destes nem para projectar um barracão o queria.
Viva o Rei.

Joshua disse...

E um dia entregaram-lhe o País para que assinasse à imagem e semelhança do que assinou abortiva e pirosamente.

E ele entregou o País ainda mais à mais sôfrega plutocracia.

Sheila disse...

Majestade, majestade não fale mal do nosso engenheiro porque ele nunca mentiu. E esses projectos que mostra só podem mesmo ser dele.
Abraço a olho nu

Sheila disse...

Vi o selo do hiv

Pela vida e pela coragem e por todos aqueles que são capazes de ser solidários.
Abraço

Savonarola disse...

Companheiro,
Excelente apresentação do que se pode e sempre fez de péssimo gosto neste nosso Portugal dos emigrantes. Que mereciam melhor sorte do que sair-lhes um falso engenhero [sic] a assinar coisas dos amigos que lhe deram uma mãozinha (de leitão) para o homem singrar na vida.
Tanto lutou que chegou ao que é: um fascista que decidiu linchar-nos a vida! O Falso-engenhero, o Mentiroso, o Quebra-Promessas sem escrúpulos!
Um abraço anarquista
Post scriptum (para não baralhar siglas...): escrevo isto com uma enorme raiva contida...
Força Camarada!

Boris disse...

Pata Negra, Pata Negra
o Só-cretino é uma lança
que nunca falha e alcança
o fado, nosso destino.

Por ele somos guiados,
por ele somos banidos,
por ele somos maltratados,
por ele somos vencidos.

Nós andamos de joelhos
perante tanta exploração,
estamos cada vez mais velhos
e é escassa a protecção.

Os ricos mais ricos estão
e a restante maralha
anda ao sabor da corrente
a ver se a sorte lhe calha.

E Só-cretino, qual temente
que o vejam sem provisão
mente, mente, mente, mente
com toda a convicção.

É um homem para a frente
não anda atrás da procissão
segue a força da corrente
e deixa os fracos no chão.

Claro que a obra foi dele
tem o selo do seu chão,
selo que é um desvelo
nesta terrinha do não.

Ergamo-nos contra esta gente
que nos quer roubar o pão,
ergamo-nos contra tachistas
que andam em aflição

não vá as eleições vindouras
deixá-los pior que estão.
Pata Negra, Pata Negra
viver assim é que não!

O Guardião disse...

Já os vi, e como faço as minhas incursões pelo ramo, devidamente habilitado, não me admiro que ninguém mais queira assumir a autoria daquelas monstruosidades. Não sei se era pior projectista do que político, mas eu sou suspeito porque nem pintado o gramo.
Cumps

Tiago R. Cardoso disse...

Concordo com a dedução, evidentemente que ele apresentar-se como o único "santo" disponível em Portugal é no mínimo ridículo..

Louise disse...

Como é possível que ainda haja quem defenda esta aberração instrumentalizada, chamada José Sócrates?

martelo disse...

por acaso a casita até é porreira

Anónimo disse...

Socretino, o "inginheiro" das marquises...

Anónimo disse...

Socretino, o "inginheiro" das marquises...

samuel disse...

Dizes bem, "ninguém vai acreditar". E porquê? Principalmente, por estar a mexer a boca...