sábado, 8 de março de 2008

Ary Toledo - O rico e o pobre

A rica tem nome fino
A pobre tem nome grosso
A rica teve um menino
A pobre pariu um moço

Peço desculpa se a peça ferir algumas sensibilidades. Nunca na vida palavras destas sairiam da minha boca. Mas lembrou-me o grande Aleixo em versão brasileira, Camões, Pessoa, Bocage, Quim Barreiros e até eu próprio - isto para lembrar só alguns dos nossos grandes nomes!!...


7 comentários:

Compadre Alentejano disse...

Muito engraçado este vídeo e com uma realidade actual: a dicotomia entre o pobre e o rico.
Fantástico. Parabéns
Um abraço
Compadre Alentejano

Alberto Cardoso disse...

Majestade, onde é que vai buscar a inspiração para os belos momentos que aqui nos proporciona?
Como o invejo, Majestade!!!
Alberto Cardoso

Moriae disse...

Até amanhã!
Abraço,
M.

O Guardião disse...

Ora aqui está um bom momento de humor.
Bom fds
Cumps

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pata Negra
Excelente. Lembraste-me o Chico Buarque quando dizia que a emancipação da mulher nada tem a dar à mulher pobre.

Mas vou deixar-te uma quadra de Aleixo que, muito provavelmente, conheces:

Tu és feliz, vives na alta,
e eu de rastos como a cobra.
Porquê? Porque tens de sobra
o pão que a tantos faz falta.

Um abraço com os dois braços, o rico e o pobre.

Metralhinha disse...

E assim vamos nós, empobrecendo e cantando...

Meg disse...

Mas por onde tenho andado que há aqui tanta leitura atrasada?
Estiuma tarde sem net, mas...
enfim, vou pôr a escrita em dia.
Entretanto, um abraço