quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

União dos Políticos e Banqueiros

BPN BPP BCP e outros bês virão com outros pês PS PSD CDS e outros esses. Todos juntos "numa ânsia colectiva de tudo fecundar". Este Natal todos os portugueses, queiram ou não queiram, vão ajudar os bancos mais necessitados.
Para a pobreza e para a riqueza não seremos o Brasil. Para o mal e para o bem não teremos uma democracia como a do Brasil. Por medo da censura, do desemprego ou da prisão, deixo à imaginação de cada um a substituição dos rostos - afinal de contas ainda não chegámos ao Brasil! De resto, mais senado menos senado, mais Brasília, menos Lisboa, a merda é irmã.

11 comentários:

salvoconduto disse...

E não se lhes pode fazer o manguito?

A. João Soares disse...

Cá ninguém se arrisca a tal peça artística! A censura já começou na Madeira, dentro da própria Assembleia Regional. Por cá já se notam efeitos de iguais medidas mas mais discretas.
E também não é justo ser tão violento em palavras contra os nossos heróis que y«tanto se esforçam elo bem do povo: banqueiros que vieram do nada e em pouco tempo juntaram milhões. políticos que acumulam várias reformas, cada uma muito superior à média nacional. O Governo com um coração de pomba, muito generosos, entregam o dinheiro dos nossos impostos exageradamente altos aos banqueiros e industriais para que possam continuar com as suas fortunas em linha ascendente nos gráficos estatísticos.
Ao pobre e ao cidadão da dita classe média que sentem dificuldades, o governo não ajuda e cria mais dificuldades, como te sido notório.
E este o «sítio mal frequentado» e mal gerido em que vivemos.
Abraço
João

O Guardião disse...

Ao som da música e com esta letra posso jurar que por momentos vi umas caras bem conhecidas cá do burgo a passar pela tela, mas afinal era só imaginação.
Política e banca, combinação de patrões e calaceiros que nos vão lixando, enquanto não os correr-mos do poder.
Cumps

polidor disse...

estão os nomes todos...

abraço

Tiago R Cardoso disse...

iguais na mediocridade, é o que temos e aturamos.

Compadre Alentejano disse...

Esta música pode-se manter mas podemos alterar as imagens e colocar políticos portugueses.
Continuam todos a ser filhos da puta e corruptos...
Um abraço
Compadre Alentejano

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pata Negra
Este vídeo espelha, infelizmente, uma realidade nua e crua que se decalca de uns países para outros e que revelam uma pobreza de valores mas não só. Revelam que vale tudo para se subir na escala social até tirar o pão da boca de quem tem fome para alimetar a vaidade. Esta também é uma forma de matar a que temos que dizer não.

Abraço

Zé Povinho disse...

Afinal o Brasil foi descoberto pelos portugueses, e vejam lá como a qualidade da semente...
Abraço do Zé

Meg disse...

Meu caro Pata Negra,

Vou-te contar, este vídeo é...é....
barra pesada. Mas quantas coincidências com umas coisas que se passam por cá... mesmo as figuras. Só que somos muito mais sóbrios na linguagem, eles têm mais... lata e, se calhar, não têm censura. Que por cá já espreita matreira.
Cá me vou ainda de boca aberta.

Um abraço

Carla Silva e Cunha disse...

beijos

carla

www.arte-e-ponto.blogspot.com

Zorze disse...

A merda é irmã e chega a todos. Até aos ricos.

O pior será lá para meados de 2009, aí ninguém quererá ser irmão da merda.

Será adivinhação?

Abraço,
Zorze