quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Só falta o orçamento do electricista

Os livros, sempre os livros.

Há três dias que não vejo a borboleta.
Receio-a nas mãos de algum general.
Mas houve quem a viu...
Mas houve quem a tocou...

Saberá ela a hora do comboio de regresso?
Sentirá ela saudades do lar?

Há três dias que não toco a borboleta.
Estará ela no monte com as minhas irmãs?
Estará na cidade com o rapaz do citroen?

Há três dias que não a vejo.
Ia à igreja perguntar se Alguém a viu
Mas tenho tanto que estudar!
Ia ao cinema ver se a via.
Mas não tenho dinheiro,
Comprei um sol para a viola.
Há três dias que não a vejo.

Entra-me um ruído pela janela.
Será um avião? Será uma borboleta?

Tocam os sinos.
Será a meia-noite? Será uma borboleta?

Não consigo dormir e tenho ponto amanhã.

(o título do post é só para a fidalguia)
A minha "cônjuga" não acredita que não me lembro das cores das asas da borboleta que deve estar relacionada com alguma paixoneta. Se fosse hoje, tentaria a rima e no lugar do "rapaz do citroen", estaria o "homem da camioneta". Concluindo: não mudei muito!

8 comentários:

O Guardião disse...

Angústias da Juventude.
Cumps

Meg disse...

Ainda bem que não mudaste.
A fidalguia anda muito por baixo...
Eu prefiro que fales de borboletas que do resto.Estou pelos cabelos.

Descobres uma borboleta para mim?

Beijoooooo

antonio - o implume disse...

Vejo que mantens a auto-estima em alta. Sócrates ainda te contrata para assessor.

Anónimo disse...

As borboletas às vezes sentem as asas cortadas porque pura e simplesmente nao lhes é permitido voar...nao têm esse direito...e ainda que seja mto duro esse seu destino...seria mto pior tentar um voou à custa de...nao compensaria de todo...por isso preferem seguir o seu rumo algures na tentativa de noutro lugar, quem sabe? Voltem a conseguir voar!!! (Têm esse legitimo direito tambem, e quem as criticar, é so alguem que nao faz ideia do que ja sofreram para aí chegar!)

Camolas disse...

Borboletas e água , uma relação tão natural, como eu e o vinho

opolidor disse...

muito gostas tu de voar...

abraço

mfm disse...

Tudo na mesma, pouco mudou.Ver a borboleta voar? - Que é das asas? - Só em sonhos,ou... recorrendo a um electricista que concerte o mecanismo avariado.
E... os sinos, mesmo que toquem não se ouvirão - tão cedo.

Anónimo disse...

As borboletas por norma adoram voar e nao têm medo de se enganar...e ainda que andem sempre desencontradas dos outros, o prazer do voou em si compensa qualquer pontapé na gramatica, que por isso mesmo, sao peritas em dar!!!

P.S- Com excepçao pa as k têm as asas partidas mas essas agora nao sao p'raqui chamadas (ainda estao em recuperaçao)