sábado, 23 de junho de 2012

Mago Gaspar, o insurpreendente surpreendido


Surpreendido com os números do desemprego, surpreendido com a diminuição das receitas fiscais, surpreendido com os indicadores económicos, surpreendido, enfim, com os resultados da sua política. Tão surpreendido, este mago, sábio, competente, doutor Vitor Gaspar que já não surpreende ninguém. Resultados que qualquer taxista mestre em finanças públicas ou a minha padeira que puxa pela máquina calculadora para fazer a contas a cinco carcaças de dez cêntimos, há muito tempo vinham anunciando como esperado.
- Atirei-lhe uma cartuchada porque o malandro não trabalhava como eu queria! Nunca pensei que ele ficasse ferido!...
É claro que ninguém acredita em tanta inocência. 

- Senhor doutor juiz, fui violada pelo meu namorado!
- Conte lá então menina!
- Ele convidou-me para sair com ele à noite no seu carocha...
- E a menina foi?!
- Sim, senhor doutor juiz, na minha inocência, fui.
- Sim, então e depois?!
- Depois parou o carocha numa mata escura...
- E a menina não estranhou?!
- Senhor doutor, na minha inocência, não!
- E a seguir?!
- A seguir começou a fazer-me umas festinhas...
- E a menina?!
- Na minha inocência aceitei...
- Aceitou e depois?!
- Depois mandou-me ir para o banco traseiro e começou a baixar-me as cuequinhas...
- E a menina deixou?! 
- Senhor doutor, eu na minha inocência, deixei!...
- Deixou e...
- Senhor doutor juiz, depois enfiou-me cada um dos pés nas pegas laterais que estão por cima das portas da frente...
- E a menina consentiu?!
- Senhor doutor, eu na minha inocência...
- Ó menina, vá-se lá embora que inocente sou eu que há vinte anos que tenho um volkswagen e ainda não tinha percebido para que é que servem as pegas!...

8 comentários:

Anónimo disse...

ahahahahahahahahahahahahahah!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!
qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq!
ahahahahahahahahahahahahahah!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!
qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq!
ahahahahahahahahahahahahahah!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!
qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq!
ahahahahahahahahahahahahahah!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!
qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq!
ahahahahahahahahahahahahahah!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!
qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq!
ahahahahahahahahahahahahahah!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!
qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq!

Prontos, lá tenho que ir pedir
que me mudem a fralda!

ahahahahahahahahahahahahahah!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!
qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq!
ahahahahahahahahahahahahahah!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!
qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq!

Zé Povinho disse...

A inocência do Dr. Xanax é coisa que não cola, pois o homem ambiciona um lugar na estranja onde seja um pau-mandado mas com um salário das Arábias.
Abraço do Zé, que já teve um fusca

Kruzes Kanhoto disse...

De inocente é que o gajo nada tem. Esta é a estratégia dele e da qual não se irá desviar. Assim como aquelas bestas que estão sempre a tropeçar na mesma pedra...

Anónimo disse...

Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são os fatores que destroem os seres humanos. Ele respondeu:
A Política, sem princípios; o Prazer, sem compromisso; a Riqueza, sem trabalho; a Sabedoria, sem caráter; os negócios, sem moral; a Ciência, sem humanidade; a Oração, sem caridade.
A vida me ensinou que as pessoas são amigáveis, se eu sou amável,
que as pessoas são tristes, se estou triste,
que todos me querem, se eu os quero,
que todos são ruins, se eu os odeio,
que há rostos sorridentes, se eu lhes sorrio,
que há faces amargas, se eu sou amargo,
que o mundo está feliz, se eu estou feliz,
que as pessoas ficam com raiva quando eu estou com raiva,
que as pessoas são gratas, se eu sou grato.
A vida é como um espelho: se você sorri para o espelho, ele sorri de volta. A atitude que eu tome perante a vida é a mesma que a vida vai tomar perante mim.
"Quem quer ser amado, ame"

Joãozinho disse...

Eu também sei uma anedota. É assim:

Uma mulher ouve a campainha
da casa tocar, abre a porta e dá
de caras com um homem que lhe
pergunta:
- A senhora tem vagina?
Assustada e indignada bate-lhe
com a porta na cara.
Na manhã seguinte, tocam a
campainha, é o mesmo homem
que lhe faz a mesma pergunta.
Furiosa bate-lhe a porta na cara
novamente.
No terceiro dia repete-se a
mesma cena.
Quando o marido volta do trabalho à noite, ela conta-lhe o sucedido.
Sentindo-se ultrajado, combina com ela:
- Amanhã não vou trabalhar, se esse cretino aparecer, escondo-me , abres a porta, eu apareço e
parto-o todo.
Na manhã seguinte, tocam a campainha e o marido, antes de se esconder, diz para a mulher:
- Se for o mesmo homem, diz-lhe que sim, para sabermos o que ele vai dizer a seguir.
A mulher atende, e o homem está lá de novo com a mesma pergunta:
- A senhora tem vagina?
- Tenho.
- Ah?, óptimo! Então faça-me o favor de pedir ao seu marido que pare de usar a da minha
mulher e passe a usar a sua. Muito obrigado pela sua atenção! Passe bem.

O Guardião disse...

Este gajo é um sosnso que nos lixa com falinhas mansas e voz arrastada.
Cumps

Generosa de sousa disse...

Esse inocente lembra-me o mariheiro do Querelle...Sim,esse que perdeu aos dados,mas fez batota... para ser comido pelo black...

ferroadas disse...

Por isso é que o sacana do meu primo Arnesto nunca me quis vender o carocha.

Abraço