domingo, 28 de julho de 2013

SG filtro


Há muitos anos que só fumo tabaco de enrolar mas hoje caí num curto SG filtro. E veio-me a memória do olfato da brisa da esplanada do Espelho de Água do Mondego. Copos e uma mesa. Cadeiras. E nós outros.
Nesses tempos dávamos muita atenção ao facto de estarmos divididos em dois sexos. Mas hoje, passados estes anos, já nem me lembro de que sexo eras tu. Sei que falávamos só os dois num grupo maior. Não sei se falávamos dos estudos, de política, de música, do futuro, de sexo ou do amor. Sei apenas que hoje, o sabor e o cheiro do SG filtro fez-me voltar aos tempos de estudante, às marchas contra o aumento da senha das cantinas, à brigada Vitor Jara, aos projetos que fizemos para a meia idade. E não é que fiquei também com uma tesão do caraças!

Hoje, não sei se valeu a pena ter estudado, se quem estuda ainda tem pernas para marchar ou se anda de carro, se ainda se canta em Coimbra sem microfones, se estou na meia idade ou na idade média, se para acontecerem encontros é preciso cortejar. Sei apenas que valeu a pena ter estado contigo e ter experimentado o poder do SG filtro.

Conversa de velho saudosista?  Não! Continuo a estudar, a lutar, a cantar, a cantarolar e a amar! E não é que continuo a ter uma tesão do caraças!... Pronto, vou fumar mais um SG filtro como eu gosto: numa conversa a dois.

4 comentários:

jrd disse...

Ainda me lembro de fumar uma boa cachimbada após uma boa "conversa"
Abraço

Rogério Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rogério Pereira disse...

Não me fazes inveja
Não me fazes "negaças"
Também ando
Com uma tesão do "caraças"...

do Zambujal disse...

O sacana do alemão ainda não me atacou! Apesar de nunca ter fumado SG ou cachimbadelas tive e não me esqueci que eles são diferentes delas. E etc. e tal e coisas do caraças.

Obrigado pelo teu texto e um abraço de admiração (oh!)!