terça-feira, 8 de março de 2016

8 de março - dia de Portugal

Dedico àquela que foi encarregada pelo médico de me vigiar um sinal nas costas.
desenho de Álvaro Cunhal

No dia do Pai , lembro-me dos que não têm pai.
No dia da Mãe, lembro-me dos que não têm mãe.
No dia da Mulher, lembro-me dos homens.
No dia dos Animais, lembro-me dos homens.
No dia da Árvore, lembro-me dos homens e dos ninhos.
No dia da Água, lembro-me do vinho.
No dia Sem Carros, lembro-me dos cavalos.
No dia do Não Fumador, lembro-me de fumar.
No dia do Consumidor, lembro-me do Intermarché.
No dia da Europa, lembro-me de África.
No dia de Portugal, lembro-me dos que não são portugueses.
No dia de Camões, lembro-me de Bocage.
No dia da Liberdade, lembro-me da prisão.
No dia do Trabalhador, lembro-me dos desempregados.
No dia da Defesa, lembro-me dos meus dezoito aninhos.
No dia das Mentiras, lembro-me do Cavaco.
No dia de Todos os Santos, lembro-me de todo o povo.
No dia de Natal, lembro-me do Ano Novo.
No dia da República, lembro-me do Rei.
No dia de Reis, lembro-me do Rei dos Leitões
No dia dos namorados, lembro-me dos que não têm namorada.
Mas a verdade é que geralmente não me lembro de nada.
A não ser quando tenho comichão mas costas:
- Ó amor chega aqui!
- Só se me disseres que dia é hoje!...
- Terça-feira!
- Dia de Portugal!...
Qual dos dois o melhor!... A idade não perdoa!

2 comentários:

Zé Povinho disse...

Já marquei viagem para Paris para festejar o Dia de Portugal junto ao Arco do Triunfo ao som da Marselhesa cantado por um grupo de cante alentejano e com uma garrafa de Borba na mão. As férias vão ser pagas pela junta da freguesia de Pulo da Ovelha.
Abraço do Zé

Anónimo disse...

uma chatice, de facto, a comichão: a "comichar"...
isto de ser "sarna" também tem dia(s)...

M.V.