terça-feira, 31 de março de 2015

O Direito à Preguiça

Eis a razão porque nada tenho postado, escrito ou inventado! Eis a razão porque não tenho lido livros, blogues ou jornais! Estou de Páscoa! Estou páscoo! Ressuscitarei não para subir aos ceús mas para descer à Terra! Amanhã vou ter de levantar-me pelo meio-dia para acender o carvão! Entretanto... 

UM DOGMA DESASTROSO
“Sejamos preguiçosos em tudo, excepto em amar e em beber, excepto em sermos preguiçosos.” LESSING

"...Uma estranha loucura se apossou das classes operárias das nações onde reina a civilização capitalista. Esta loucura arrasta consigo misérias individuais e sociais que há dois séculos torturam a triste humanidade. Esta loucura é o amor ao trabalho, a paixão moribunda do trabalho, levado até ao esgotamento das forças vitais do indivíduo e da sua progenitora. Em vez de reagir contra esta aberração mental, os padres, os economistas, os moralistas sacrossantificaram o trabalho. Homens cegos e limitados, quiseram ser mais sábios do que o seu Deus; homens fracos e desprezíveis, quiseram reabilitar aquilo que o seu Deus amaldiçoara. Eu, que não confesso ser cristão, economista e moralista, recuso admitir os seus juízos como os do seu Deus; recuso admitir os sermões da sua moral religiosa, económica, livre-pensadora, face às terríveis consequências do trabalho na sociedade capitalista.
Na sociedade capitalista, o trabalho é a causa de toda a degenerescência intelectual, de toda a deformação orgânica. Comparem o puro-sangue das cavalariças de Rothschild, servido por uma criadagem de bímanos, com a pesada besta das quintas normandas que lavra a terra, carrega o estrume, que põe no celeiro a colheita dos cereais. Olhem para o nobre selvagem, que os missionários do comércio e os comerciantes da religião ainda não corromperam com o cristianismo, com a sífilis e o dogma do trabalho, e olhem em seguida para os nossos miseráveis criados de máquinas ... "

Extracto de um ensaio escrito por um filósofo francês de nome Paul Lafarge. O livro chama-se " O direito à preguiça".

14 comentários:

MARIA disse...

As coisas que a biblioteca desse Reino nos reserva ....
:)
Vou-lhe contar uma coisa.
Isso trata-se. A preguiça, pois claro.
Ora dê cá a sua mão para um passinho de dança.

http://www.youtube.com/watch?v=w8r9ZPQ_828

Se não estiver curado no fim da canção é porque a preguiça é crónica e nesse caso, quando a minha passar eu volto com nova receita.


:)

Um beijinho amigo.
(As televisões anunciaram que Portugal não fazia exercício físico . Era o Povo mais preguiçoso da Europa, de facto).

Maria

opolidor disse...

tambem dizem que o trabalho dá saúde... por isso é que as reformas serão cada vez mais tardias- teremos equipas de bengala em punho...
abraço

Compadre Alentejano disse...

Ânimo, arribar q.b.
Abraço
Compadre Alentejano

Fliscorno disse...

Fazes bem, preguiçar também é preciso.

mfm disse...

Trabalhamos para de vez em quando termos direito a preguiçar.E preguiçamos para podermos trabalhar melhor.Aproveita e preguiça !

Zé Povinho disse...

Muitos teimam em chamar ao descanso preguiça, não sabendo apreciar os momentos relaxantes a que todos devíamos ter direito. Não falo de filosofias mas da vida que há para além das obrigações e do trabalho.
Abraço do Zé

caralavada disse...

Preguiçosos são aqueles que nada produzem e ganham milhões à custa de quem produz.
Quem diz coisas destas não é gago. Que me perdoem os gagos.
Um bem haja para todos os preguiçosos deste Reino.

Zorze disse...

Granda mano,

Existem estados de espírito que só são perceptíveis a quem os conhece. E o resto é conversa.

Podem vir manadas de intelectuais a teorizarem o contrário, mas quem sabe, sabe. A moenga é toda uma ciência universal.

Abraço,
Zorze

Meg disse...

Pata Negra,

Com que então preguiça!!!
Eu, como já aconteceu mais de uma vez,alinho com a opinião do Zé.
Qual preguiça, qual quê!
Mas gostei do post... os anteriores virei lê-los, pôr a escrita em dia, depois desta ausência. Mas tinha saudades do amigo que és.
Então e o candidato??? Estou desactualizada.

Um abraço

Camolas disse...

Grande livro!!!Deveria fazer parte do Plano Nacional de Leitura.

Pedro Lebre Janelas disse...

ESTOU ABISMADO!
A MINHA ALMA ESTÁ PARVA!
DEVO ESTAR DOIDO! VARRIDO!!
JÁ NÃO PERCEBO NADA!
ENTÃO SE O 'POST' ESTÁ DATADO DE HOJE COMO É QUE ESTES TIPOS ESCREVERAM OS COMENTÁRIOS EM ABRIL DE 2010? DEVE SER UM VÍRUS. É ISSO, TENHO UM VÍRUS NO COMPUTADOR. OU ENTÃO TENHO UM MILHÃO DE VÍRUS NOS MIOLOS E PASSEI-ME DOS CARRETOS. VOU FALAR COM A MINHA MULHER.

Anónimo custumeiro disse...

Isto está um bocado parado. Foi tudo de férias. Para a Serra ou para o Algarve. Para animar aí vai uma curtinha.

A MULHER CHEGA AO PÉ DO MARIDO E SUSSURRA-LHE:
- AMORZINHO, PODES COMPRAR-ME UM IPHONE NOVO?
PERGUNTA O MARIDO:
- ENTÃO E O OUTRO?
RESPONDE ELA:
- O OUTRO… JÁ ME COMPROU UM TABLET.

Boa Páscoa.

heretico disse...

"Temos um mundo a ganhar, para lá das fronteiras do Trabalho - proletários de todos os Países acabai com ele!"

Manifesto contra o Trabalho - Grupo Krisis" - Edições Antígona - Lisboa

Zambujal disse...

Sabes de quem ele era genro, sabes? com aquele sogro!...