segunda-feira, 2 de abril de 2007

A Engenharia de Sócrates

Não contava escrever relativamente às merecidas suspeitas das habilitações académicas de Sócrates. E não vou escrever! Penso também assim!
Sabemos que o caso é antigo na democrática blogosfera e que só agora saltou para as páginas do "Público" como resultado duma desavença entre comadres! Sobre isso já posso escrever.

Belmiro e Sócrates abraçaram-se ao falo do poder mutuamente apaixonados. O rico pagava ao ministro com financiamento de campanhas, com jornalistas de bajulo, com elogios de conduta e este retribuia com medidas de feição. Uma dupla poderossíma engolia o país num harmonioso romance. Só que ambos subestimaram outros poderes e a paixão desmoronou-se por uma simples OPA.
Pela primeira vez estou do lado do Primeiro. O Belmiro está a ser muito injusto com o seu rapaz! Se ele não fez mais foi porque não tinha poder para isso! Um bom cristão nunca se atreverá contra o espírito santo!
Por outro lado, dá-me prazer e regalo ver o coito do Azevedo interrompido por manifesta impotência!
Eu quero lá saber quem são os donos da PT! O importante é ter um sinal de que o país ainda não é todo de um Homem e de que
há gente que está acima do poder político!
(Imagem -Constantin Brancusi, Princess X 1916)

3 comentários:

Anónimo disse...

"Quero que o azevedo se foda
que o sócrates vá para o caralho
eu hei-de amar a preguiça
e dar um tiro no trabalho"

Camarada Luis, continuas inspirador, que bons ventos protejam as tuas musas

Um grande abraço
Chico Maltês

Anónimo disse...

Já toda a gente sabe que o sr. José Sócrates tem um problema com a verdade. Basta comparar o que disse na campanha eleitoral e o que está a fazer enquanto primeiro-ministro. Não me repudia se tem licenciatura ou não. Uma licenciatura não diz muito de um homem. Mas a mentira diz . E Sócrates é um mentiroso compulsivo.

João Rato disse...

No futebol, sempre torçi pelos que estavam a perder! Vou mudar de discurso: vou começar a defender Sócrates!