sexta-feira, 20 de junho de 2008

Leitão à sexta

É verdade que a malta já está farta de visionar curiosidades, espectáculos e intimidades. A blogosfera tresanda de Youtube. O cursor de rato pica e esgravata à velocidade com que um melro trata da horta, um clip de três minutos é já uma longa metragem. Acontece que eu tenho o compromisso de, à sexta-feira, tratar de porcos. Com este vídeo cumpro a rubrica, provo que um porco pode andar de bicicleta e mostro que afinal há leitões espertos.

10 comentários:

Jorge Pessoa e Silva disse...

Este vídeo devia levar uma bolinha de proibido a menores de 12 anos. Se a minha filha visse isto nunca mais poderíamos comer leitão lá em casa...

O Guardião disse...

Parece-me que este treinador conseguiria mais do Cristiano Ronaldo do que o Scolari. Quem sabe é esta a surpresa que nos reserva a federação de futebol, eheheh
Cumps

alberto cardoso disse...

Gostei de ver. O porqinho é mesmo um espertalhão! Tomara eu que alguns dos meus alunos (do ensino secundário) soubessem lidar com os números com igual facilidade.
Mas não é isso que hoje aqui me trás. Vim porque ouvi vezes sem conta pessoas sem conta contarem que viram um porco a andar de bicicleta. Daí conclúo que devo ser dos poucos (se não o único) que não teve a dita de ver tal coisa. Se é um acontecimento tão vulgar hão-de (hadem, diria a Sinistra) haver milhares de vídeos com essas imagens. Peço encarecidamente ao companheiro Pata Negra, ao Rui de Tomar, ao João das barbas, a todos os que tiverem o previlégio de ler isto o favor de me enviarem um videozito com as imagens referidas.
Obrigadinho é o que vos desejo a todos.
Alberto Cardoso

AJB - martelo disse...

lindo porco

alberto cardoso disse...

Num comentário anterior pedi para me enviarem um vídeo com imagens de um porco a andar de bicicleta. Um PORCO, pedi eu. Não me devo ter expressado bem porque estou a receber vídeos de políticos, mais ou menos conhecidos, a pedalalar, a patinar e a partir pernas, a correr, a andar de tartaruga, a subir a coqueiros, a fingir que estão a pilotar aviões, barcos, submarinos, etc. Isto já eu vi. O que eu quero ver é UM PORCO...

Pois é, está bem, sou burro, só agora é que percebi que quando falavam em porco se estavam a referir a estas coisas, peço desculpa.
Agradeço que me não mandem mais vídeos.
Errei, percebi agora, mas mais vídeos de políticos não! Sejam mesicordosos.
Alberto Cardoso

Anónimo disse...

Faço habilidades melhores do que o meu irmão Porco.Porque não apareço no teu blog?? Só não sou pago com açucar.

Savonarola disse...

Ao menos este porco já conseguiu um lugar na televisão, o felizardo! E anda pra'í tanta gente a cobiçar as câmaras...

Um abraço anarquista

Marreta disse...

Havia para aí um árbitro que dizia que desde que viu um porco a andar de bicicleta acreditava em tudo.
Eu em tudo não acredito, mas que acredito que os porcos são espertos, acredito. E ainda não se lembraram de substituir os cães da polícia por porcos farejadores de droga. É que os suínos possuem um olfacto 10 vezes superior aos cães.
Saudações javardas do Marreta.

Compadre Alentejano disse...

Na minha terra havia um homem, pacato, e que tinha um burro. Quando o víamos, diziamos: "Há burros mais espertos que o dono", ao que ele respondia: "E eu que o diga".
Logo, este porco deve ser mais esperto que o dono...
Não o levem para Lisboa, senão ainda chega a primeiro-ministro...
Um abraço
Compadre Alentejano

alberto cardoso disse...

O Compadre Alentejano, que respeito pela qualidade e oportunidade dos comentários que aqui vai pondo, desta vez deixou a história a meio. Na verdade, o seu conterrâneo era mais esperto e inteligente do que a história deixa perceber. É que o dono do burro era um tal Sócrates que havia, ninguém sabe bem como, chegar onde chegou. Oh compadre não se atremise [1] e conte as histórias até ao fim.
[1] termo alentejano que poderá significar atemorize, não tenha medo….
Alberto Cardoso