sexta-feira, 11 de julho de 2008

Leitão à sexta

Hoje, se não se importam, falo-vos de porcas. Porque o mal deste país é não fazer, ao menos, porcas! Destruiu-se o sector produtivo. De concertação em concertação vingaram os industriais, herdeiros envergonhados do Estado Novo, baseando o lucro na mão-de-obra barata! De subsídio em projecto e de projecto em subsídio atiraram para a construção civil os agricultores sem lhes darem tempo para perceber o que era um projecto ou um subsídio! De negociação em negociação o "mare nostrum" deixou de ser dos nossos pescadores e passou para as redes duma europa que ninguém sabe muito bem onde fica!

Dizem que o turismo é o futuro! Espero que um Prestige não descarregue ao largo do Allgarve, que um muçulmano não rebente pela cintura na Capelinha das Aparições, que na próxima temporada não arda o resto da paisagem que não se vê de Lisboa e lá se "vão.nham" os turistas! Espero.

Imagem gentilmente cedida pela Fundição da Bairrada


Não! Este país, sem produzir alguma coisa não vai a lado nenhum! Que ao menos façamos porcas!O Reino dos Leitões não é nada sem porcas!...

14 comentários:

O Guardião disse...

Bem me parecia que andava por muita gente "desaparafusada", é que as porcas ainda estavam a ser feitas...
Cumps

alberto cardoso disse...

E os parafusos, Majestade, os parafusos também são essenciais!
Há lá porca que sobreviva sem seu parafuso!
Tinha os meus doze anos quando li, pendurado numa camioneta de bem dispostos excursionistas de fim-de-semana a frase: "AQUI VÃO OS TRINTA PARAFUSOS. AS PORCAS FICARAM EM CASA."
Já lá vão muitos anos e nunca me esqueci daquela frase, escrita a preto, letras tortas, num pano branco que prometia, a qualquer instante, soltar-se da traseira do autocarro. Machistas os pobres homens? Nem pensar! Nessa altura não havia dessas preocupações. Ali estavam apenas trinta mânfios que, livres dos comentários, queixas e reclamações das suas amadas esposas, se dispunham a gozar um fim-de-semana em pleno! Sortudos!
É evidente que concordo com outra preocupação de Vossa Alteza Real: um qualquer (des)Prestige decidir largar a carga próximo da nossa costa e nos privar da petinga e dos jaquinzinhos que, embora proibidos de pescar, sempre vamos encontrando à venda nas peixarias do Grupo Sonae. Que grande chatice que era!
Quanto ao fundamentalista islâmico fazer-se explodir junto à Capelinha das Aparições não acredito. Nossa Senhora de Fátima nunca permitiria tal coisa. A não ser que os mortos que resultassem de tão tresloucado acto fossem inocentes crianças ou pessoas acabadas de confessar os seus pecados e de comungaram e que, por via disso, se livraram deste vale de lágrimas e ganhavam a felicidade eterna!
Majestade, é preciso ter Esperança. Os que neste Mundo forem espoliados serão recompensados depois; pelo contrário, quem neste mundo espoliou…depois se vê!
Cumprimentos para sua Majestade, Esposa, Prole e Leittões.
O se servo
Alberto Cardoso

Odysseus disse...

Se isto fosse uma novela brasileira, com italianos, já alguém teria dito: Porca miséria!

salvoconduto disse...

Com essa da fudição da bairrada é que me lixaste...

Às vezes sou distraído.

Anónimo disse...

Muito limpinhas estas porcas!

zerui

lolita disse...

Majestade o que falta neste País são porcas, sem dúvida.
Quanto aos parafusos do sr. Alberto não há dúvida que parafusos há muitos e de vários tamanhos.
Um abraço, Majestade e, já agora, porque não, um abraço também ao sr. Alberto que me parece um bom escrivão-mor do reino.

CRN disse...

Este país produz, produz trabalhadores, que tratados como porcos, são exportados como mão de obra animal.

Marreta disse...

Ao menos valham-nos as porcas, mas porcas de qualidade, como essas da Fundição da Bairrada. Enquanto tivermos qualquer coisa para enroscar já não é mau.
Saudações em parafuso do Marreta.

samuel disse...

Quanto mais olho para fotografias destas, de inegável qualidade técnica e estética, cada vez entendo menos onde diabo é que a porca torce o rabo.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pata Negra
Há falta de porcas por isso os parafusos saltam.
Vivam as porcas do Pata Negra!...

Abraço sem porca

Anónimo disse...

Fu(n)dição da Bairrada? Cambada de ladrões.

Camolas disse...

Produzam Poetas, Cantores, Pão e laranjas, industria mais nãp p.f

AJB - martelo disse...

todo o leitão quer uma leitoa, isto... em princípio...
abç

Vieira Calado disse...

E os parafusos? O que é a porca sem o parafuso?