sábado, 9 de agosto de 2008

Pamplona é nos Açores

Não são só os touros que são irracionais. Por vezes a estupidez humana só pode comparar-se à de alguns animais. Aos amigos dos animais: lutem pela protecção dos touros mas não se esqueçam dos humanos!
Vejam os toiros e os toirões
Nota: deverei concluir que isto acontece nos nossos dias pois, caso contrário, não teria sido filmado.

12 comentários:

Meg disse...

Meu querido amigo.
Ainda não estou refeita da surpresa. Se me ri... claro que me ri! O touro ou os touros fizeram uma belíssima exibição. As criaturas? Palavras para quê, são "artistas portugueses" não são?
e parece que não estão em vias de extinção.
Uma boa semana e um abraço

RFF disse...

Umas belas de umas marradas...

saúde

salvoconduto disse...

Já estive para pôr est link no meu blogue.

Coitados dos toirões.

MARIA disse...

Recentemente, muito próximo daqui ocorreu uma largada de touros em que vários menores entre os 13 e os 15 anos se expuseram aos ditos, sem qualquer oposição ou entrave por parte de ninguém, vindo um deles a ficar gravemente ferido.
Fiquei cheia de curiosidade em conhecer a que regras obedecem tais eventos, caso obedeçam de facto a algumas.
Perguntei a um miúdo porque se prestava aquilo e ele respondeu que era pela adrenalina de vencer o medo.
Em suma... mostrando valentia...
A mesma sensação leva-o por exemplo a entrar num cemitério depois da meia noite com os amigos e "enfrentar" os mortos ou seus espíritos, cito.
Estranho mundo este em que nos movemos...
Felizmente existe o seu Reino para onde pode fugir-se sem medo, senão de pôr-se a jeito de sair enriquecido pelos textos, pela crítica, pelo humor, tudo com uma identidade que é só sua.

Um beijinho amigo

Maria

alberto cardoso disse...

Olá Majestade! (estou a ficar farto desta exigência do tratamento por Majestade. Um dia destes…Adiante).
Como dizia, Majestade, fico sempre surpreendido pelos belos vídeos que aqui nos proporciona e chego a interrogar-me como os consegue obter.
Então este é demais. Vi-o várias vezes e não consegui descortinar, na confusão, quem é a «besta» nem onde estão os humanos que refere no seu post. Vejo um pobre animal aterrorizado que, por instinto, derruba tudo e todos que lhe surgem pela frente e uma multidão ululante que se diverte com o triste espectáculo. Tradição, defenderão os defensores da barbárie, surdos e cegos a outros valores como o respeito pelos direitos dos animais. Se isto os não comove nem demove que se faça uma lei para os travar e punir se insistirem.
Respeitosos cumprimentos para Sua Alteza Real, Sua Realíssima Esposa e demais Família.
Alberto Cardoso

Pata Negra disse...

Allberto,
sabe que o tenho em grã estima pelos serviços que tem prestado à corte e ao Reino. Sabe também que os tempos não são de plebes que respeitem, pelo devido trato, aqueles que legitimamente, e com grande sacríficio, criam calos nas partes que pesam no trono. Porque entendo que a familiaridade e a posição que, de direito, ocupa na coroa é de mais estreita proximidade pode, a partir de agora, tratar-me por porco.

Pata Negra disse...

Maria, pode sempre fugir para aqui. Aqui todos os animais são porcos e, por isso, não organizam touradas nem marram.

Um abraço porcino

Marreta disse...

Uma autêntica selvajaria! Então não há ninguém que levante a voz a favor da defesa dos animais... racionais? Quais?
Saudações do Marreta.

AJB - martelo disse...

diga-se de passagem que o cornudo é muito mais esperto do que aqueles camelos...

Anónimo disse...

Gosto de deambular pelos blogues e hoje passei por aqui. Li uns tantos postes e os respectivos comentários e gostei. Fiquei com a ideia que todos se conhecem e se respeitam, parece uma grande família onde não encontrei ataques pessoais, banais noutros blogues. Parabéns a todos. Prometo vir aqui mais vezes.
Vasco
P.S. Peço desculpa pela intromossão mas, quando um comentador escreve aí atrás SENÃO não será que queria escrever SE NÃO?

Pata Negra disse...

Anónimo,
já conheço o seu nome de outros blogs. Saiba que escrever comentários é prática que muitas vezes trai a escrita, muitas vezes a gralha confunde-se com o erro, o erro com a escolástica ignorância. SENÃO - porrA SE NÃO! - vejamos:
- Será que quando disse INTROMOSSÃO não queria dizer IMTRUMISSÃO?
Um abrasso e vólte senpre!

Anónimo disse...

COMUNICADO
Manda-me o Presidente da Região Autónoma da Madeira, Ex.mo Senhor Dr. Alberto João Jardim, comunicar o seguinte:
i) Que é descabido e, até, insultuoso compará-lo ao cubano que dirige o Governo da República no que diz respeito à imposição dum preço máximo dos combustíveis fosseis;
ii) Que não é responsável pelas manifestações populares da Região Autónoma dos Açores;
iii) Que o seu nome próprio ALBERTO, tem apenas um «l». Escrevê-lo com a consoante repetida (ALLBERTO) poderá supor um apoio à descabida e reprovável decisão do Governo da República de utilizar a sigla «ALLGARVE» para promover a região continental sempre chamada Algarve.
Madeira, 12 de Agosto de 2008.
A Bem Da Nação

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

(Secretário Regional da Propaganda)