sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Leitão à sexta

Faltam 10 minutos para a meia noite
e ai do monarca que falta aos seus compromissos.
- Hum!... Sim!... Não!... Sim!... Quem não tem artigos fecha a loja!
Faltam 9 minutos para a meia noite
e lembrei-me de que quem tem Google vai a Roma!
- Porque está provado que existem homens que não descendem do macaco. É legítimo que alguém se auto-proclame Rei dos Leittões.
Imagem daqui

Faltam 7 minutos para a meia noite
e ai eu coitado que nada me sai de inspiração.
- Se tiveres asas e voares pra nada te valerá pensares - rimou! melhorou!.
- Amanhã é dia de Todos os Santos!

Faltam 5 minutos para a meia noite.
Por aqui, quando um pássaro pára de voar e mija nos cabos da rede pública, falta a energia eléctrica: não me faz falta desde que a bateria do portátil tenha carga.
- Não pensar! Não criar! ... A salvação do Google em vésperas de Todos os Santos!
Faltam 3 minutos para a meia noite
e nada me ocorre além do trivial.
Voando sobre campos e cidades povoados de varas. Voar. Voar.
Ocorreu-me um assunto sério - o que eles querem com a fome.


Senhoras, com colares de pedras preciosas, organizam faustos banquetes contra a pobreza que grassa nos braços dos garimpeiros. Um ministro chegou, dum fausto jantar num hotel ************. Chegou numa caravana de carros com vidros fumados e, recorrendo a holofotes de tecnologia de choque, pediu ao povo sacrifícios e paz social.

Falta um minuto para a meia noite
e lembrei-me de mim.
De mim, do meu trabalho, entre o chefe e o subordinado:


Faltam 40 segundos para a meia noite,
releio: alguma coerência? algum sentido? alguma razão?
Faltam trinta segundos para a meia noite,
nada: mas o que é isto? banal! banal! algum leitor?
Faltam 5 segundos,
obrigação? vício? demência? incompreensão?
apenas uma sequência de frases, de ideias e imagens avulso
é a vida pá
Antes da meia noite tem de hav

Atribuio da Insígnia da Ordem do Comentador da Semana

A insígnia desta semana é para a Fidalga Silêncio Culpado do blogue do mesmo nome e de outros mais. Mulher, independente, racional, ponderada, activista, frequentadora assídua da corte, não falha com a sua achega a tudo o que por aqui se "posta". Deixa sempre uma mensagem de irmã mais velha, de quem passa por bem, de quem entende os caprichos do rei, de quem se ri, chora, dá as mãos ou as põe à obra consoante a hora. A Silêncio Culpado não é de ninguém, é da blogosfera.

12 comentários:

salvoconduto disse...

Vê lá, não dês cabo do chefe! Se não como é que isto anda?

Abraço e bom fim de semana.

antonio - o implume disse...

Tens que começar a acompanhar este leitão com um tinto alentejano... a inspiração solta-se!

MARIA disse...

Olá viva Majestade,
Que coisa linda a forma como se refere à amiga da blogosfera, Silêncio Culpado. Ela merece todas as suas palavras e mais ainda pelo modo como se preocupa, se entrega aos outros, como dignifica o ser humano demonstrando o quanto a "teoria da evolução" se concretiza até atingir raros seres de excelência e substância interior como a que todos lhe reconhecemos a ela. É um exemplar mais que perfeito do ponto mais alto da verdadeira tabela que também muito admiro e para quem remeto parabéns e um beijinho muito amigo.
Quanto ao post, Majestade, ganha a "insígnia da originalidade". Sempre provocador...Eu que sempre enjeitei a teoria do "homem-macaco", havia agora de confrontar-me com o dilema filosófico de admitir outra teoria da ... espécie ...
Sabe Majestade, amanhã é dia de todos os santos. Logo, não é o nosso dia . Não é o seu porque é Rei. Não é o meu, eu Maria que pecadora me confesso...
Já que não é o nosso dia, só para contrariar... este ano... vamos vivê-lo com serenidade e alegria : estamos cá !...

Beijinhos

Maria

Tiago R Cardoso disse...

excelente, se isto é estar sem inspiração, eu também quero estar assim.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pata Negra
O teu post é maravilhoso porque foca bem o desequilíbrio nas relações de poder e no uso de recursos. São estes os aspectos que mais me motivam, para me manter na blogosfera, mesmo em momentos de maior desânimo por razões pessoais.
Penso que se pusermos questões que conduzam a uma reflexão, honesta e independente, todos nós iremos procurando os nossos caminhos. Caminhos não solitários nem feitos da pedra de que são feitos os bens materiais. Caminhos afectivos e gratificantes. A opção política será encontrada por cada um em função destes princípios.
No Rei dos Leittões tenho encontrado um companheiro de caminhada, irreverente e inconformado como devem ser todos os que procuram a justiça e a reconstrução.
Por tudo isso este prémio é-me muito querido e muito especial.
Um abraço muito, muito apertado.

antonio - o implume disse...

Silêncio, companheira mais assídua, em tempos idos, nem só de revolta se faz a caminhada mas do sonho que visa um acordar de luz.

Mas não desistir, nunca, tens razão. Por vezes mantemo-nos na mesma luta, mas em registo diferente, em tom de leitão à sexta... (e eu que estava a sério em relação ao tinto…)

polidor disse...

sim sr bem atribuído este presunto.
abç

samuel disse...

Grande post! (mesmo a fazer de conta que não...)

Abraço

Jorge P.G disse...

A QUEM FALTAVA A INSPIRAÇÃO, NÃO ESTÁ NADA MAL, NÃO SENHOR!

ADOREI LER OS PENSAMENTOS DE UM PORCO!
JÁ OS TINHA OUVIDO FALAR, ANDAR DE BICICLETA, JULGAR E SEREM JULGADOS EM TRIBUNAL, FALAREM EM GRANDES REUNIÕES, DAREM ORDENS, ESPETAR A UNHA NO AR,... MAS LER O QUE PENSAM, NUNCA!
OBRIGADO. FIQUEI AGORA MUITO MAIS ENRIQUECIDO INTERIORMENTE.

E PARABÉNS À LÍDIA CULPADA DO SILÊNCIO SEM NUNCA EU HAVER PERCEBIDO O MOTIVO.

UM ABRAÇO E BOM DOMINGO DE FINADOS.

Mário Relvas disse...

Pata Negra,
a (des)inspiração de quem pensa. Notável. E gostei muito da atribuição da isnígnia ao "silêncio culpado". Há por aí gente que fala(mente) sem se sentir culpado.

abraço

O Guardião disse...

Nas vésperas de Finados é difícil encontrar inspiração, mas neste reino tudo pode acontecer, está visto!
A insígnia assenta bem na autora escolhida, sempre atenta, com boa escrita e sempre solidária.
Bom domingo
Cumps

marreta disse...

Foi a maior engorda de porcos de todas as sextas-feiras.
Quanto à insígnia não poderia estar melhor entregue, afinal como tu dizes a Silêncio não é de ninguém, é da blogosfera.
Por este caminho, daqui a uns tempos teremos uma forte aristocracia para concorrer às cortes...
Saudações operárias do Marreta.