segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Apertar o cinto

Primeiro mandaram-nos apertar o cinto.
Depois tiraram-nos o cinto e açoitaram-nos.

Quando as calças me começaram a cair pensei que era a força da gravidade.
Agora, reparei que estão a puxar-mas para baixo.
Vou reagir mal!

19 comentários:

Zorze disse...

Vamos, meu caro. Vamos.
A paciência é finita.

Game Over para os Xuxas.

Abraço com chicote de cavalo marinho em riste,
Zorze

joshua disse...

«E viram que estavam nus» - o relato do pecado original no Génesis deve ser a parte preferida dos capitalistas de má catadura que por cá esfolam de escravidão ingrata o manso povo colaborador: nus, sem trocos no final do mês nem para um café, como uma parra psicológica, simbólica e imaginária a tapar as vergonhas.

Não vamos sentir a diferença. A nossa condição natural é ver as calças deslizar para baixo.

Já nem sinto o cinto. Se reagires como os demais portugueses reagem [«Calma, ainda são só os professores, é só a corporação dos professores...»;«Calma, são só as fábricas de automóveis, é só a corporação dos construtores de carros...»; «Calma, é só o BPN, é só a corporação de todos os filhos da puta cujo nome desconhecemos e é inútil à justiça conhecer.»]

Abraço descintado e descamisado.
[Hoje ganhei 24 cêntimos na publicidade que lá tenho. É o futuro a conta-gotas, como o pedinte no cruzamento, o coxo da bicicleta que hoje, dia em que a minha mulher teve alta e com o crianço vieram para casa, tinha um barrete de Pai-Natal.]

salvoconduto disse...

Alto e pára o baile! Apertar o cinto já estou habituado. Puxar as calças para baixo? Quem é o pedófilo? Tem nome? Vergastada nele.

Abraço, com as calças bem em cima, porra, porra.

Oliva verde disse...

Reagir é, por norma, bem!
E quando nos tiram, primeiro, o cinto e, depois, as calças, então, é MUITO BEM!

antonio - o implume disse...

Sua Majestade, verá que o ar fresco no rabinho o acalmará... somos um país de brandos costumes. Onde os ovos caiem ao lado.

O Guardião disse...

Puxar as calças para baixo? Aí pára! Ou ganham juízo e se sentam à mesa para dialogar de verdade, ou então os ovos e os tomates vão faltar neste país.
Cumps

brit com disse...

Sua Majestade,
como prometido encontrei dois templates aqui:
http://www.pyzam.com/bloggertemplates/category/pigs

Mas atenção que ao susbstituir o template podes perder quase tudo o que adicionaste (blog list, imagens, etc)!!!

brit com disse...

Se encontrar mais, deixo aqui os links.

Tiago R Cardoso disse...

só agora é que reparastes?

Há muito que nos andam a lixar a vida.

brit com disse...

Só agora é que ele sentiu a corrente de ar...

lili canecas disse...

Alteza Real!
De facto, já tinha dado por isso, as minhas calças estão a descair bastante, até já apertei mais um buraco no cinto. Eu que até usava saia-calça.

Compadre Alentejano disse...

Enquanto puxaram as calças aos outros, tudo bem, mas, porra, agora também estão puxando as nossas...
Um abraço
Compadre Alentejano

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pata Negra
Bem complicado isto de apertar o cinto. Parece que com a crise já não se compram cintos. Claro que a força da gravidade puxa as calças para baixo. Então não é grave o que se está a passar? E isso não tem força? E não há que pôr a nu o que oculta a força da gravidade?

Abraço sem gravidade

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pata Negra
Bem complicado isto de apertar o cinto. Parece que com a crise já não se compram cintos. Claro que a força da gravidade puxa as calças para baixo. Então não é grave o que se está a passar? E isso não tem força? E não há que pôr a nu o que oculta a força da gravidade?

Abraço sem gravidade

Zé Povinho disse...

É mesmo preciso reagir, porque só falta isso mesmo, puxarem-nos as calças para baixo.
Abraço do Zé, farto dessa malta toda!

polidor disse...

mas, o pior é que nos têm dado porrada com o lado da fivela...
abç

Marreta disse...

Que haja dessa má reacção em catadupa! Desses reagentes é que isto está precisar, e depois uma pazada por cima, até à bio-degradação.

Saudações merdosas do Marreta.

Ludo Rex disse...

Já estamos a reagir mal... A luta continua. Abraço

samuel disse...

Lamento citar a minha "colega" Ruth Marlene... mas isto, só à estalada!

Abraço