quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Leitão da Quinta

Meus senhores, minhas senhoras, amigos, companheiros e camaradas, estou farto disto!
Farto de quê!? Das férias?! Não! Eu não nasci para trabalhar mas para viver! De Portugal?! Da Vida?! Do Mundo?! Não! Eu gosto de viver em Portugal e de sentir que Portugal faz parte do Mundo!...
Estou farto da blogosfera?! Não! Não troco os meus blogues por qualquer jornal ou folhetim paroquial e os meus Amigos "blogueres", são tão grandes como outros amigos daqui e dacolá, disto e daquilo, são Amigos!...
Estou farto das notícias, do país, da crise, da situação, da conjuntura, das declarações, dos comentários, dos comentadores, dos especialistas, dos analistas, do descaramento, da afronta, da provocação, das soluções, das inevitabilidades, das medidas, das soluções, dos  cortes,  dos despedimentos, da pobreza, da caridade,  dos aumentos, das diminuições, dos índices, das taxas, dos números, dos aumentos, das descidas, das subidas, da merda em que isto se tornou!...
Estou também farto de me chamarem utente, utilizador, cliente, consumidor, colaborador, pessoa, cidadão, português, abusando da minha condição, decidindo e falando em meu nome, e deixando nas entrelinhas que eu, privilegiado, malandro, tenho de pagar!...
Mas em resumo digo, estou farto! Abusando um pouco, estamos fartos!...
Mas não resignados! Privatizem a puta que os pariu! Vendam as estradas, as pontes e as fontes! Façam dos Jerónimos um centro comercial e do mosteiro da Batalha uma casa delas! Que seja heresia o termo "serviço público"! Que a Nação  não tenha nada Nacional! Que concorram ao governo - se não é isso que já está a acontecer - grupos económicos e que se entregue o governo e a assembleia a grupos privados! Grupo Amorim - 10 deputados! Grupo Belmiro - 7 deputados! Grupo Balsemão - PSD! Grupo Mota-Engil - PS! Lobbie Gay - CDS!
E depois, só para justificar a democracia, um activista de esquerda vai à televisão fazer umas declarações, no enquadramento que se achar mais desajeitado, acerca de uns trabalhadores que julgavam que a fábrica ia durar sempre!...
Isto são outros tempos!
Talvez sejam! Mas contra rumos, rimas e marés, este blogue não dobra! Contra todos os Passos! Anuncio-vos a nacionalização deste Blogue! Porque este blogue é um serviço público, este blogue passa a ser, a partir de hoje, propriedade do Estado! 
Estou farto disto?! Eu estou de férias!... Mas estou farto disto!... É natural que a partir de agora, em vez de andar por aqui a partir destas, começe a andar por aí a partir de outras!
Rei da Nação, Nacionalizado, Não Resignado!

17 comentários:

salvoconduto disse...

Ainda bem que voltaste, o teu reino estava ameaçado. Abaixo o 31 da Armada, magestade só há uma, a dos leitões e mais nenhuma! Bora lá, fogo à peça, que estamos a precisar de reforços. Chamem a Maria da Fonte, chamem a Padeira de Aljubarrota, peguem no gadanho e vamos a eles! Onde está o Miguel de Vasconcelos, ainda dentro do armário?! Que estamos à espera para o atirar da janela abaixo. Onde param os teu arqueiros?

MARIA disse...

Ouvi o clamor da sua indignação.
Não se resignará nunca, isso já sabemos, é uma certeza .
Precisamos de rever estratégias, poupar forças, redefinir caminhos, aonde possa florir ainda a esperança.
Sim, é certo, Vª Majestade está farta, eu estou farta, nós estamos fartos e extenuados, não é ?!...
Mas ninguém desiste de Portugal, porque desistir da pátria mesmo ferida é o mesmo que desistir de um grande amor e viver de lamento por toda uma vida.
Vossa Majestade estendeu a mão da não resignação e a essa há-de juntar-se outra e muitas vezes se repetirão esses gestos de união para que a força se refaça !

Um beijinho amigo

da

Maria

hugo disse...

Muito Bom! Faço minhas as tuas palavras.

Só a luta pode travar este caminho! Ruptura e mudança, por uma política nova e uma nova política, patriótica e de esquerda!

Um abraço!

samuel disse...

Partamos então...

Abraço.

Alberto Cardoso disse...

Olá Majestade.
Estou a recuperar do jet lag. Depois de 30 e tal dias de férias, mundo fora, estou mesmo a precisar de uns dias de descanso.
Já percebi que as coisas por cá estão feias, que só se fala em crise e que há grande revolta. Resta-nos Sua Majestade para recolacar as coisas nos eixos e conte comigo para ajudar. Agora vou dormir.
Alberto Cardoso

Fernando Samuel disse...

Sabes o que te digo?: VAMOS A ELES!

Um abraço.

O Guardião disse...

ESTAMOS fartos! Isto tem sido um fartar de vilanagem, e é altura de começar a gritar bem alto que ESTAMOS FARTOS DESTA M...
Cumps

Aristides Rodrigues disse...

Essa de um activista de esquerda ir à TV, de vez em quando, fazer umas declarações, acho que já seria um abuso. Para quê perturbar os indígenas com ideias subversivas, quando podem andar felizes e contentes, na sua ignorância?

Zé Povinho disse...

Eu já fui acusado de ser um anarquista por menos, meu caro. Farto, fartinho disto estou eu há muito tempo. Com mais fôlego aqui estou eu preparado para agitar a blogosfera, um pouquinho que seja..
Abraço do Zé

do Zambujal disse...

Antológico! E como tal a dever ser divulgado.
Estamos fartos e, por isso, na luta!

Grande abraço

maceta disse...

estes canalhóides um dia pagam...
abraço

Compadre Alentejano disse...

Depois disto tudo, vamos todos dizer: "PUTAS AO PODER, PORQUE OS FILHOS JÁ LÁ ESTÃO!"
Um abraço em férias
Compadre Alentejano

GR disse...

Parabéns, grande texto!
Fartos estamos "deles", mas "eles" vão também ficar fartos de nós!

Um abraço,

GR

Justine disse...

O teu grito chegou até aqui...e junto-me a ele na indignação que nos sufoca - se não gritarmos!

Anónimo disse...

Uma grande verdade...andamos todos fartos de ouvir todos os dias notícias que nos ferem os ouvidos e a alma.O sol que nasce todos os dias, já não consegue alegrar nossos corações...nem o mundo, que cada vez esta a ficar mais negro. Desejo-lhe umas férias tranquilas...deixe pralá, depois da tempestade vem a bonança...virá? Vamos acreditar q sim.

Deixo-lhe um beijinho de fé e de esperança.

antonio ganhão disse...

Meu caro cidadão, liberte-se e deixe de ser utente da comunicação social. Os jornais, escrito, falados ou televisionados dizem todos o mesmo; e não dizem nada de bom.

Até dizem que uma boa sandes de leitão faz mal...

Boas férias.

M A R I A disse...

Olá, eu também segui consigo mas não para outras, segui para outro :
http://roubandoaalmaaspalavras.blogspot.com
E vossa Majestade, partiu e nunca mais volta?!... :)

Um beijinho amigo.