sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Não vou nada bem


O texto que se segue serve apenas para quem não se der ao trabalho de ver o filme.

Não sei se é do outono, se é do inverno, se é dos ares, se é do vinho, se é das calças - não vou nada bem! Não sei se é da conjuntura, se é crise, se é fígado, se é de hoje, se é de ontem, se é do amanhã - não vou nada bem! Não sei se é da história, do presente, se das contas, se dos contos, se eu conto, se não conto - não vou nada bem!
Se o meu maior defeito foi ter acreditado, então eu vou continuar com esse defeito porque continuo a acreditar. Se falhei por não ter lutado tanto quanto devia, então eu vou-me redimir lutando mais.
Se eu não olhei para trás, para frente e para o lado, eu vou-te dizer pai falecido, que o teu neto e eu estamos na marcha bem acompanhados por gente de todos os lados.
Ouçam, não vou nada bem mas não estou só! Vocês também!
Então?! Vão continuar a ver televisão?! O Passos, o Durão, o inSeguro, o pequeno Napoleão, a Hitler sem saudação, sem bigode?! Vão continuar à espera?! De quê!?...
Não vou nada bem! Obrigado pela companhia!

9 comentários:

Arame Farpado disse...

Meu caro Pata,
aqueles que se servem da sua cabeça para mais do que segurar chapéu e óculos não podem ir nada bem.
Como um amigo me disse, é uma fase que todos temos direito, mas ainda assim uma fase que como lhe compete cedo passará.
Amanhã o nosso país será o mesmo, a merda que o governa continuará a cheirar mal, a feder, mas uma diferente perspetiva do mesmo Sol de hoje fará com que sorrias.
Vamos no mesmo autocarro, lembras-te? Dorme lá a tua soneca que quando acordares estaremos ainda do teu lado para juntos seguirmos viagem.
Não há bem que sempre dure mas, felizmente, não há mal que não acabe.
Um abraço.

Donatien disse...

Não admira que andas mal...
«Portugal cheira mal...» Grande slogan,infelizmente.

O Guardião disse...

Não vamos nada bem e somos muitos mais do que os que estão muito bem! Pde ser que as coisas mudem, que as gentes acordem... pode ser...
Cumps

salvoconduto disse...

A quem o dizes, já somos três, e pior do que isso estou com uma puta de tosse mas não deixo que me a tirem.

Abraço da forma que se pode.

A. João Soares disse...

Autores, visitantes e comentadores deste espaço
Desejo a cada um de vós e aos seus familiares e amigos um Feliz Natal e um Ano Novo «tão bom quanto possível», usando o estilo do nosso admirável filósofo e orador PR
Abraços
A. João Soares

João Soares

São disse...

Infelizmente, ainda há quem não saiba que não vai nada bem...

Bom fim de semana

Fernando Samuel disse...

Vamos a eles!...


Um abraço.

MARIA disse...

pois ...
Como andar bem ?!...



Um beijinho amigo


Maria

maceta disse...

acredito que depois de boas sovas no lombo o cão fique atiçado...

abraço