quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

por José Vilhena

Se me cruzo na rua com, um amigo e ele me pergunta, ensonado: "Então pá como vai isso?", que posso eu responder-lhe? Faço de conta que aquilo não é propriamente  uma pergunta e respondo... sem dar qualquer resposta: "Cá vou andando, pá, cá vou andando."
Claro que, se em vez desse chato, eu encontrasse uma gaja cheia de pintarola...talvez puxasse pela conversa, a ver se aquele encontro, bem espremido, dava um engate que valesse a pena - mas, no primeiro caso, tudo acaba em nada: largam-se aquelas frases vazias de sentido e vai cada um para seu lado.
Ora não está certo. A indiferença que assim demonstramos faz supor que nada de importante aconteceu ou vai acontecer, quando na realidade, o mundo envolvente fervilha de acontecimentos que nos afectam e deviam motivar-nos, levar-nos a intervir em vez de ficarmos pelo "cá se vai andando".
Salvo honrosas excepções somos assim: se comemos bem ou dermos uma boa pinocada, estamos realizados. Servidos.
José Vilhena

E é assim, os anos passam-se e cá vamos andando com a mesmo fado e com o mesmo cu.





7 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

É pá não estejas assim. O Vilhena era um desolado de bom traço. Eu voltei ao meu melhor. Regressou o meu rato!

Vamos a eles?

O Puma disse...

Ainda há muita gentinha a levar na bilha

alegre mente

Zé Povinho disse...

Há quem se conforme com a "vidinha" mesmo que tenha que vergar a espinha a uns quantos, outros vivem a vida, esgravatam e não se vergam. Feitios dizia Dª Albertina, que sempre afirmou que eu tinha pelo na venta e que ninguém me fazia o ninho atrás da orelha... Na verdade já engoli diversas vezes o meu orgulho, quando tive muito a perder, mas agora já não me fico nem que a vaca tussa.
Gostava do deboche e do traço do Vilhena, da playboy e de outras coisas que não devo mencionar aqui...
Abraço do Zé

HEHEHEHEHEHE disse...

HEHEHEHEHEHEHE

Reencarnação
Muitas pessoas acreditam na reencarnação, e por vezes ouço falar sobre isso e perguntam-me mas a Palavra de Deus fala que:
"E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo, assim também Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação" (Hebreus 9.27). O sacrifício único de Jesus, ao morrer na cruz, é mais que suficiente para nos libertar dos pecados e nos conduzir a Deus: "Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no espírito" (1 Pedro 3.18).
A bíblia fala que se morrermos sem conhecer o Deus Vivo estaremos separados para sempre e Deus não terá outra escolha que juntar essas pessoas com os seus inimigos e sofrer o mesmo destino. Mas Deus enviou Jesus à terra para expor as obras do diabo e na sua morte e ressurreição tivéssemos o privilégio de poder buscar o Espírito Santo e receber a certeza da salvação.

HEHEHEHEHEHEHE

cid simoes disse...

Versículo 2015 - E São Lucas disse: os vendilhões do governo serão encerrados em Evora; devem-lhes tirar as botas e dar-lhes sapatilhas com vidro moído nas solas, assim poderão expiar alguns dos muitos pecados que os torturam.
Quem é amigo, quem é?

José Vilhena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Vilhena disse...

www.vilhena.me