domingo, 9 de setembro de 2007

A Corrente da Amizade

A Corrente da Amizade consiste em que cada pessoa escolhida indique mais dez blogues com o objectivo de agradecer a gentileza que tiveram de compartilhar connosco as suas artes, pensamentos e um pouco da sua vida. Depois de escolhidos os participantes, devemos fazer uma visita ao blog de cada um e deixar um comentário avisando da corrente.

Cedo a esta corrente porque é da amizade e porque vem da Kaótica. São dez blogs com os quais me tenho vindo a identificar e por detrás dos quais estão pessoas de quem desconheço o rosto, a morada, o ofício, o nome verdadeiro e tantas outras coisas que nos servem, na vida de rua, para afirmar de alguém: eu conheço-o. Pessoas com quem me relaciono livre de preconceitos, apenas pelas suas ideias, pelas suas histórias, pelos seus desabafos, pela sua arte, pelos seus gostos e que, apesar das fronteiras físicas que nos separam, deixam trespassar, ainda assim, a amizade.

Talvez nem sejam pessoas, talvez sejam apenas personagens mas, ainda assim, não deixam de abraçar este estranho ser que se inventou de mim com nariz de porco e nome João Rato.

Nego que tenho um blog quando a esse propósito me interpelam - eu não tenho um blog, criei uma personagem que tem um blog! Por isso falo à vontade, sem preconceitos, sem medos - sou uma personagem de ficção!

João Rato, personagem virtual, tem dez personagens/blogs amigos de eleição:

O Pafúncio da Kaótica, porque foi dos primeiros blogs que descobriu o Rei dos Leitões e porque, a partir daí, nunca mais deixámos de encontrar linhas de encontro de pensamentos, sentimentos, gostos e etc.

A IaOeAi porque a Moriae deixa transparecer sempre a vontade de lutar: amiga, companheira e camarada.

A Maria, pela sua sensibilidade ao amor e à poesia, e porque é uma cibernauta dedicada e assídua nas minhas caixas de comentários e nas dos meus amigos.

A Arte de Roubar pelo Metralhinha, revelador de arte, cultura e irreverência e ilustre provocador quando comenta.

O Zé Povinho porque de Zé Povinho só tem o que ele tem de bom como por exemplo a vontade de pôr a escrita em dia e de acompanhar o que se passa em casa do vizinho.

O Corcunda porque sinto que há uma química com o Rei dos Leittões. Atenção que não é amor, é amizade.

O Guardião pela diversidade das suas propostas e pela atenção que presta às propostas alheias.

O Fliscorno pela sátira e a boa disposição com que trata mal a nossa gente má e porque a Raposa Velha é uma viajante que deixa rasto de amizade por essas caixas fora.

O Watchdog pelo poder de síntese que se lhe topa na brevidade com que sentencia quase sempre um toque de amizade.

O Rebirth - estou muito preocupado pela prolongada ausência do Pita-Cega - bons olhos nos tragam de volta a sua amizade.

Amigos vou espalhar a corrente como ditam as regras. Respondam ou não, nada melindrará este registo de amizade. Amigos, amigos sem negócios à parte.

(Atenção que a ordem apenas respeitou a máxima conservadora do "primeiro as senhoras")

16 comentários:

o guardião disse...

Caro Rei
Eu que até nem sou monárquico, estou a brincar apesar de ser verdade, venho agradecer a sua majestade, a menção que faz, em termos elogiosos ao meu bloguito.
Mais a sério, muito obrigado.
Cumps

Zé Povinho disse...

O Zé estava agora mesmo a terminar o post de amanhão quando percebeu que tinha correio. A amizade tem sempre resposta, porque o Zé apesar de simples, ou se calhar por isso mesmo, é agradecido e dá muito valor à amizade.
Obrigado amigo, pelas suas palavras.
Abraço do Zé

MARIA disse...

Caro Rei dos Leittoes,
Deixe-me dizer-lhe que é uma honra muito grande para uma Maria constar da lista das amizades do Rei.
Mais a sério, muito obrigada, a Maria pelo Rei também guarda no cantinho dos afectos um lugar coroado por verdadeira amizade.
Um beijinho, também aos demais amigos listados.
Maria

Moriae disse...

João, vou iniciar este dia e semana de trabalho, em época negra, com um enorme sorriso (que nem o valter-ego ou a sinistra conseguem roubar).
Obrigada, amigo!
Bjos!

(Jinho para tb ti Maria)

João Rato disse...

guardião
zé povinho
maria
moriae
amigos, não terei jeito para escrever sobre a amizade, mas lá que a advinho, adivinho!
Cá iremos andando entre postagens, comentários e correntes que andam, não das que amarram
abraços amigos

Watchdog disse...

João:
Tens-me "penalizado" bastante ultimamente... o que dizer?...
Obrigado!

Andarei por aí...
Tenho tido pouco tempo para visitar os amigos... mas não os esqueço!

1 Abraço e obrigado mais uma vez!

Odysseus disse...

Boas escolhas no geral. São sempre blogs que valem a pena ver.

Cumps

Moriae disse...

João, ainda ando na caça aos ladrones ... por isso ainda não tive tempo mas retribuirei porque este tipo de corrente é muito salutar e etc etc (a esta hora e cansada ... ai a PDI!!!)
Jis

Raposa Velha disse...

Obrigado!!! :) Cá regressarei, com tempo, para uma nota com jeito.

João Rato disse...

watchdog
quer queiras quer não, quer possas quer não possas, estás na minha corrente e isso basta

odysseus
e o teu blog tb está nas minhas ligações de estimação

moriae
primeiro há que tratar da "ladroage", não te levem o PC e ainda perdamos a tua assídua companhia.

raposa velha
tens sempre a porta aberta nesta capoeira

João Rato disse...

watchdog
quer queiras quer não, quer possas quer não possas, estás na minha corrente e isso basta

odysseus
e o teu blog tb está nas minhas ligações de estimação

moriae
primeiro há que tratar da "ladroage", não te levem o PC e ainda perdamos a tua assídua companhia.

raposa velha
tens sempre a porta aberta nesta capoeira

Metralhinha disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Metralhinha disse...

Obrigado pela lembrança.
Quanto ao ser provocador, não é verdade.
Eu é que sou provocado, e depois queixam-se.

Um abraço

Moriae disse...

Levam mas é com uma flechada ... Ai o meu PC! Ai deles!!!
:)

CORCUNDA disse...

Gracias pelo amor... quero dizer, pela amizade. mais um troféu para a vitrina.
Abraço.

João Rato disse...

metralhinha
tens razão, somos permanentemente provocados

moriae
por um momento pensei que eras comunista, PC!?...

corcunda
então e essa ausência?

abraços para todos