terça-feira, 6 de maio de 2008

Prémio da Maria

Maria Visita o Reino de Esther e oferece-me esta bicicleta.


A amiga Maria é das amigas que marcam a minha blogosfera, que não esquecem, que desancam na paixão e na poesia da vida. A amiga Maria é das mais assíduas e empenhadas na vida desta corte.

Quando conheci esta bicicleta a minha primeira reacção foi pensar, eu nunca vou exibir esta bicicleta e muito menos vou andar nela! Sou muito homem - lá está o meu lado grosseiro de porco-rei a revelar-se - e não me passa pela cabeça andar numa bicicleta às flores!

Vale, que no segundo pensamento senti a pedalada e quando a Maria me a passou para as mãos rendi-me: da Maria nunca se recusa nada!

Qual Tocha Olímpica ou Sagrada Família, a bicicleta poderia passar de casa em casa. Parece não ser essa a proposta mas também não vou dar a bicicleta. Os amigos que assim o desejarem que andem nela - os amigos das "ligações de estimação"! Os outros não! Andem de carro se quiserem!

E se uma amiga lhe oferecer uma bicicleta às flores?! Isso é? - Amizade de Maria!

7 comentários:

alberto cardoso disse...

Majestade.
Concordo plenamente com Sua Alteza Real. Quem aqui lê os comentários da Maria e tem o privilégio de visitar o seu blogue [http://noreinodeesther.blogspot.com/] reparará na beleza, na delicadeza, na “suavidade” do que escreve. Tudo o que a Maria escreve, tem razão Majestade, trás à ideia harmonia, amor pelo próximo, solidariedade efectiva e, (como eu também o sinto!), um suave aroma a flores, flores verdadeiras.
Um pedido da Maria é irrecusável. Fez bem Majestade em aceder ao seu pedido.
Alberto Cardoso

O Guardião disse...

Também fui bafejado com uma igual que deu logo um outro perfume ao meu cantinho. Parabéns, majestade.
Cumps

Marreta disse...

Com uma bicicleta dessas podes pedalar em direcção a S. Francisco, e nem precisas de levar flores no cabelo.
Saudações hippies do Marreta.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pata Negra
Eu gosto desta bicicleta porque vem associada à liberdade de conviver, de dialogar, de dizer-se o que se pensa. Ninguém a merece mais do que tu. O teu blogue é um blogue livre que transmite liberdade de expressão. Não se masturba nem é vendido nem se verga às audiências.
Ofereceram-me duas bicicletas dessas mas eu não te ofereci nenhuma. Sabes porquê? Porque só as ofereci a mulheres. Nestas sociedades machistas, capitalistas e competitivas as mulheres têm que pedalar mais que os homens para obterem reconhecimento (mesmo que sejam tão ou mais capazes).
Bom, não te ofereci a bicicleta mas ofereci-a à Maria que ta deu a ti. Vê que no mundo das ideias tudo é harmonia.
É ou não é?
Abraço

MARIA disse...

Olá Majestade.
Olá amigos. Olá Alberto .
Obrigado pelas suas palavras amigas.
Fica acordado que descreverá para o reino a sua primeira viagem nessa bicicleta de sonho : aonde o leva, os odores, as sensações, todas elas.
Bem...
Um Rei sempre se pode reservar a algumas intimidades. Essas pode reservar.
:-)
Obrigado e parabéns por este seu espaço fantástico, único que pela originalidade e mais, tanto aprecio visitar.
Maria

pé-de-salsa disse...

O Rei deve estar orgulhoso de tão ilustre prémio.
Será que um dia eu também poderei pedalar numa bicicleta assim, tão florida, cheia de odores e belas sensações.
Viva o Rei. É o maior.

samuel disse...

Ó p'ró meu sorriso aberto a ver-vos passar, magestade, instalado em vosso florido e tão familiar veículo...

Abraço