sexta-feira, 25 de abril de 2008

Leitão à sexta

Meia noite e vinte cinco. Acabo de ouvir o "E Depois do Adeus". Hoje é feriado, o meu feriado. Não me lembro de comemorar especialmente este dia. Lembro-me de, no 25 de Abril de 75, acompanhar os meus pais na fila interminável para votar. Lembro-me da conversa desse dia, ao jantar, acerca de todos os pormenores do que tinha sido votar. Lembro-me de uma ou outra sardinhada nos finais da década de Abril.
E vejam no que isto deu! Nem me apetece falar! Vou sentar-me no sofá! Se não der nada de jeito vou pôr um CD de canções de Abril e adormecer! Amanhã vou levantar-me tarde! Vou dar as voltas do costume mas, nem por um minuto me esquecerei que é o dia de 25 de Abril! O 25 de Abril acabou num triunfo dos grosseiros.


Imagem da Web
Aliás, está a dar-me uma forte vontade de escrever. Vou já escrever outro post.

1 comentário:

barranco disse...

Pensei que estivesse a acontecer outro 25 de Abril.
Afinal foi pura ilusão. Quando acordei estava tudo na mesma pasmaceira.