terça-feira, 1 de dezembro de 2009

O que é que foi tratado em Lisboa?

Estava eu a levantar-me da mesa quando ouvi:
-Faltam 3 minutos para o Tratado de Lisboa entrar em vigor!
E logo respondi desligando o televisor.

Já tratado, vim para o computador pensar assim, acerca do modo como nos tratam (era para ser pelo voto mas não deu o resultado esperado), acerca do modo como tudo foi tratado (alguém insistiu e insistiu-se até dar o resultado desejado).

Mas afinal de contas o que é que foi tratado?!
- Coisas do meu interesse, pelo certo, e coisas do interesse de outros pelo errado!...

Já passaram algumas horas desde que o Tratado de Lisboa foi assinado. Não noto nada de especial senão a insistência da TV em repetir as declarações banais dos habituais comensais.

Ninguém liga nada a isto! Ninguém questiona isto! Ninguém sabe nada disto! Saberão eles para onde nos levam?! Saberão eles, ao menos, o que foi tratado?!
Parece que são coisas importantes para as pessoas mas não o suficiente para serem votadas! Dizem que todos devíamos participar na discussão, sendo certo que são coisas demasiado complicadas para que da nossa opinião resulte decisão.

Eles decidiram! Eles são porreiros, fazem tudo por nós! Que contributo pode dar um cidadão que, ao escrever sobre isto, só lhe sairam rimas em "ais" e "ão"?!
Enfim, o que importa é que nos tratem, não interessa como, desde que não nos faltem com a ração!


Estamos tratados?! Sim! - Ou talvez não!... O importante é que o Tratado fique com o nome de Lisboa e que o Durão seja português!...

11 comentários:

antonio - o implume disse...

Devias de estar optimista, afinal o futuro passou por aqui!

aDesenhar disse...

ahahaha
trataram de gastar muita massa com os festejos sacados do nosso bolso.
Só me apercebi quando na TV vi gastarem uma pipa de massa num fogo de artifício... e pouco mais, porque eles atiram os fo(d)etes e apanham as canas e ficam felizes.

Perante esta palhaçada volto a repetir, que não votei e ainda estou à espera do prometido referendo.
..........................


bons olhos te vejam Rei
e
bem vindo a esta pocilga à beira mar palntada.

abraço

Jorge disse...

Majestade mais uma vez uma boa postagem. pois verdade é que anda tudo tratado já há algum tempo.

Anónimo disse...

Ora aí está!
Estamos bem tramados, perdão, mal tratados.
Boa cuinhadela...

Abraço
do Zambujal

MARIA disse...

Estas coisas do trato em Lisboa são ...assim... pois ...como direi...
Sem dúvida ficamos na história.
Difícil é
prever que se diga no futuro que a Europa levou em Lisboa e por este acontecimento, bom trato ...
Em qualquer caso, tudo se consumou, sem que tivessemos sido tidos ou achados ...

É bom voltar a lê-lo.

Um beijinho sempre amigo

Maria

O Guardião disse...

Um tipo goza uns dias de descanso aproveitando o feriado e fica logo desactualizado.
Fiquei contente por constatar o regresso com todo este vigor.
Cumps

opolidor disse...

espero que enquanto a tua vasilha não estiver em condições não comas porcos...

abraço e saúde

Zé Povinho disse...

Depois da Restauração e do Tratado, eis de volta um companheiro dos blogues que faz falta ao meio.
Não fui chamado a pronunciar-me sobre este tratado, por isso só posso dizer cobras e lagartos, o que fica para uma próxima.
Abraço do Zé

Julieta R. Ferreira disse...

É um prazer ver esta loja de portas abertas

Camolas disse...

- Este não é o mesmo tratado que
sujeitaram a referendo em alguns países e que a malta "mandou às urtigas"??
Vieram aprovar a bosta a Portugal, sem passar por referendo, sabendo que "o povo é sereno", que os futebóis dão conta dos ânimos mais exaltados.

Ferroadas disse...

Que povo é este que deixa fazer tudo e não faz nada. De que somos feitos caramba?