quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Dáme pica

- Que erro! "Dáme" sem traço!!
Pois prefiro não saber escrever "dá-me" do que utilizar a expressão, muito em voga, "dá-me pica". Eu até tolero que apareçam, de vez enquando, novas expressões ou que certos termos façam moda e sejam utilizados até fartar. Lembro-me do tempo em que o recurso insistente a certos advérbios de modo, que nada acrescentavam ao assunto, ser utilizado para disfarçar o discurso pobre de oradores mal aculturados.
Em tempos cheguei a recorrer ao "ó meu", ao "bué" e, uma dúzia de vezes já corri ao "paradigmático! Nunca embalei no "por tudo e por nada" começar as frases por "é assim" mas, acho graça que todas as rapariguinhas de balcão, comecem assim as suas explicações.
Agora o "dá-me pica" é que não! Para mim será sempre uma expressão brejeira porque "pica", não sendo do verbo picar será sempre palavrão e se fôr de seringa sugerir-me-á dor e não prazer!
Claro que uma mulher ou um gay poderão sempre dizer "dá-me pica" mas aí reside a razão porque não o poderei dizer ou, quando muito, palavrão por palavrão, diria "dá-me tesão". Mas, como tudo me dá tesão, o melhor é não andar sempre a repetir a mesma coisa e continuar a tentar falar português decente.
"Dá-me pica", não.


12 comentários:

Zé Povinho disse...

O tipo vem artilhado para picar quem por aí anda a precisar de pica.
Abraço do Zé

Compadre Alentejano disse...

O gajo deve tomar Viagra! Para manter o varapau tão firme e hirto, é preciso força...
Um abraço
Compadre Alentejano

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pata Negra

Tens razão: nada de pica.

Mas Falar bom português, com uma boa poesia, cheia de figuras de estilo e de muita cortesia?

Não é melhor um palavrão
dito com a força da razão?

E depois se nos der pica não dizia o grande Ary "poeta castrado não!"?

Abraço sem pica

Fliscorno disse...

Outra que acho parva é "à séria". Até entre jornalistas esta sai repetidamente.

antonio - o implume disse...

É assim, eu pá também não alinho nessas cenas.

Ferroadas disse...

Já que falas em "pica" "tesão" mulher, etc., li num pasquim que não me recordo a "marca", um tipo, estadounidense tem uma "pica", "vergalho", "piça", "bacamarte", o que tu quiseres, que mede hirto/teso 34CM e flácido/murcho 27CM.

Despertou-me curiosidade saber como o dito guarda o "material" (aquando murcho) dentro das calças, ou pelo menos saber se o tipo quando vai há praia veste calção. Será que o tipo tem namorada/o?

Vai lá, vai....

Bom fim de semana.

Meg disse...

Pata...
Vinha comentar mas passo mais logo...

Um abraço meio encavacado

opolidor disse...

esse gajo está de pau feito...
abraço

Camolas disse...

- Saiote bonito.Vou arranjar um lá para o verão.Quanto ao acessório de "badalo", afigura-se-me desconfortável e muito fino.
"Dá-lhe gás!"

Milu disse...

Ena! Com raio! Esta é de longo alcance! Desgraçados dos que são apanhados à traição, isto é, pelas de costas! :D

do zambujal disse...

Já reparaste, Majestade? A maioria dos comentadores deu mais atenção à ilustração que ao texto teu, assim ilustrado, ó ilustre. Diria que é crime de lesa-majestade...

As minhas respeitosas homenagens

aDesenhar disse...

cada um pica como pode e, tu majestade,
mesmo que não gostes a verdade é que tens aqui um texto com grande pica.
Esperemos pela entrada em vigor do acordo ortográfico que aí sim há pica para todos os gostos e feitios...

com ou sem traços
abraço