terça-feira, 12 de janeiro de 2010

5- Terei de arranjar título

Ouvir a música, enquanto se lê, ajuda a entrar no ambiente da história. Depois do 4, do 3, do 2 e do 1, este é o 5. Como se vê, ainda sei contar a quantas ando.


Cipriano investiu todo o dinheiro que trouxe de França. Além do bar, da sala de petiscos e do salão, fez também uma piscina, uma pista de motocross, uma loja de instrumentos musicais, uma pequena empresa de construção civil, pintura e decoração. Na designação actual chamar-se-ia o “Grupo Cipriano”.

Os putos dos Quentes, em cuja formação base eu, com 16 anos, era o mais velho, começaram a ter sucesso e contratos para todos os sábados e domingos. Fazíamos quilómetros e viajávamos horas na Peugeot J7 de matrícula francesa. Cipriano não legalizava a carrinha e mantinha a banda registada em França para poder atravessar a fronteira com a J7 carregada de aparelhagens sem pagar direitos alfandegários – era o conjunto que vinha actuar a Portugal. Esta actividade de contrabando permitia-nos estar sempre a tocar com bons equipamentos e das melhores marcas, que eram aquelas que proporcionavam melhores negócios e que, simultaneamente, nos davam algum prestígio. Durante as longas viagens que fazíamos o nosso empresário ditava recomendações de maestro e outras instruções:
- Se a polícia nos mandar parar “nós vivemos em Neuilly Plaisance – Champinhy e viemos actuar a Portugal!...”
E assim aconteceu. Durante a inspecção da autoridade, Cipriano e o filho Nini não pararam de falar francês. Os restantes passageiros, limitados ao português, fizeram o melhor e mantiveram-se calados. Num remate de desconfiança, e dando prova de arranhar francês, o polícia dirigiu-se ao Tarolas:
- Comment tu t’appelles?!
- Neuilly Plaisance.
- Tu as bu quelque chose?
 - Champinhy.
O Tarolas foi brilhante, o polícia mandou-nos seguir e lá continuámos “sur la route” a tocar e a cantar.

13 comentários:

Dri Viaro disse...

Oi, passei pra conhecer o blog e desejar bom dia
bjss

aguardo sua visita :)

Camolas disse...

" La vie é belle, mais le famme dan cab delle", n'est ce pas???

Saudades de noites mal dormidas e de estrelas quadradas.

Alberto Cardoso disse...

Olá Majestade
Que vida rica - não rica vida - teve Sua Majestade! E que bem que no-la sabe contar!
Alberto Cardoso

do zambujal disse...

No tempo em que Sua Majestade era un petit cochon, já passada a fase de cochon de lait (leito?)... sem desrespeito, claro!

As minhas homenagens parce que o texto está for me d'able, como diria o Aznavour de todos os tempos.

Um abraço

mfm disse...

São as contas de uma vida experenciada.Fico curiosa pela possibilidade de um dia ser feito um balanço.
Abraço

O Guardião disse...

O franciu do Tarolas afinal até deu jeito, ao contrário do ami do Miterran que deu no que deu.
Cumps

antonio - o implume disse...

Esta está de génio! Quase me convenceste de que finalmente nos contas uma história verídica!

opolidor disse...

quem é o bimbalhão que está a cantar aí em cima?


abraço

Milu disse...

Olá Pata Negra!

Uma pessoa quando vem aqui tem de se rir! Primeiro porque escreve deliciosamente, depois usa de umas expressões muito a propósito, tal como quando escreveu: "...limitados ao português, fizeram o melhor e mantiveram-se calados." Na realidade, esta é sempre a melhor atitude na maior parte das circunstâncias. Mas ainda me rio com os comentários dos visitantes, como por exemplo o do opolidor, quando pergunta quem é o bimbalhão que canta no vídeo! :)))
Ontem vi o vídeo e também tive o mesmo choque, é bimbo e feio que se farta!

André D'Abô disse...

caro pata:
as peripécias de cipriano e sua banda infernal seguem muito bem. aguardemos a próxima semana e o próximo passo.
divirto-me muito.
abraços.

romério rômulo disse...

pata negra:
agradeço o seu comentário sobre o meu poema na "recalcitrante".
um abraço.
romério

Marreta disse...

Fónix, agora com esta fizeste-me arreganhar a taxa! Tá boa!
A propósito, não foi esse tal Cipriano que abriu o primeiro salão do reino das testemunhas do Jeová em Portugal?

Saudações do Marreta.

Marreta disse...

E mais, essa porcaria aí do lado, dos feeds, ou lá como se chama, não funciona! Já publiquei mais de 10 posts desde há 6 dias!