sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

O quarto candidato: Fernando Nobre

"Caros amigos,
Decidi escrever estas linhas, no sentido de vos comunicar pessoalmente uma decisão de fundo que tomei enquanto cidadão independente e em nome dum imperativo moral e de consciência para Portugal, uma vez que tenho, por quem acompanha este blog, a maior consideração e respeito."

Tinha eu estas linhas escritas para apresentar, hoje e aqui, quando dei com elas plagiadas num blogue dum tal Fernando Nobre, que pensei inicialmente ser do meu ramo, na especialidade de salsichas mas que, afinal, segundo apurei, é um cidadão considerado e respeitável vindo directamente da AMI para socorrer o país com uma candidatura à Presidência da República.
Quer isto dizer que já somos quatro, por ordem de chegada: António Pedro Ribeiro, Manuel AlegrePata Negra e Fernando Nobre.
E depois ainda dizem que eu começei cedo?! Tirando o Ribeiro - a quem aproveito para enviar um abraço de classe - isto é tudo gente que anda muito alto! Não estamos em pé de igualdade! Reparem que só o Alegre e o Nobre é que são notícia! Já quase há um mês que manifestei a minha intenção de ser candidato e o meu nome ainda não foi dito na comunicação social uma única vez!   

Quanto ao Fernando Nobre, pode ser um bom homem mas, como porco que sou, o senhor não me entusiasma porque lembra-me a velha história do freguês para o talhante:
- Tem  focinho de porco?
- Tenho!
- Tem mãos de vaca?
- Tenho!
- Tem pés de cabra?
- Tenho!
- Então mas que raio de bicho é você?
Foi apoiante da candidatura de Mário Soares em 2006, mandatário nacional do Bloco de Esquerda nas últimas eleições europeias, fez parte da comissão de Honra das candidaturas autárquicas de António Costa (PS) e António Capucho (PSD), é portanto um homem do establishment.


Vota D. Pata Negra, também nobre, também alegre e também dá umas cavacadas.

Vá, chamem-me demagógico, populista e de mau gosto, porcos gordos da porca democracia que vos engorda a todos!
Sim, serei presidente com metade do vencimento, com metade dos assessores, com metade dos guarda-costas, com metade dos carros, com metade das viagens, com metade dos jantares, metade dos discursos com metade do tempo e, ainda assim, serei muito rico e falarei demais.
Vota D. Pata Negra, também nobre, também alegre e também dá umas cavacadas

21 comentários:

Meg disse...

Pata Negra,

Pois é, meu amigo, mais um candidato improvável!
Quanto à sua (dele) candidatura, só tenho pena de ver este homem deixar de fazer aquilo que faz (tem feito) bem, para embarcar nesta aventura suspeita... digo eu.

Quanto à tua candidatura, tens de me desculpar a ausência, andei em campanha em causa própria, meu caro!
Mas estou de volta para te acompanhar...
PARA O QUE DER E VIER!

Um abraço

O Guardião disse...

Para já o candidato D. Pata Negra é o que dá garantias de esbanjar menos guito dos nossos impostos. Mais uma razão para ter o meu humilde apoio.
Cumps

antonio - o implume disse...

Dum lado um rei, do outro um nobre... uma escolha difícil!

Compadre Alentejano disse...

Majestade
Apareçam os que aparecerem, irei votar em Vossa Alteza, porque porco verdadeiro só há um: Pata Negra... e mais nenhum...
Abraço
Compadre Alentejano

mfm disse...

Quatro em um .
Por metade do preço ?
Só o Rei e mais nenhum !

MARIA disse...

Majestade, reflectindo bem sobre o seu texto, tenho que lhe dizer que está na sua melhor forma. Que texto brilhante. Modo inteligente de dizer a brincar coisas tão sérias.
"Que bicho é esse" ?
Claramente, como aqui deixa demonstrado, um em que nem vale a pena reparar...
Lindo !
Como no primeiro naturalmente não se reparar, resta a alegria ou o cavaquear...
Porém, como anota e muito bem,também Vossa Majestade, chega aonde estes haveriam de chegar.
E a meu ver, chega mais longe, muito mais além.
Essa é uma das razões pelas quais o seguiria mesmo até Belém :)

E assim vamos lá :

"P'ra que a vida corra bem, D. Pata Negra a Belém! "


:)

Um beijinho amigo

Maria

MARIA disse...

errata : "não se REPARA, resta a alegria ...."

salvoconduto disse...

Calma que a procissão ainda vai no adro, quando as primeiras verdadeira sondagens ultrapassarem as desses amadores, quando comparadores com dom Pata, não faltarãos os banqueiros a abrir os cordões à bolsa. Será a campamha mais transversal do país. Eles que se cuidem.

quink644 disse...

Ando a pensar em fazer-te concorrência... Claro, que sem deixar de te apoiar incondicionalmente... Bem vistas as coisas cabemos lá os dois...
Só ando a pensar no meu nome político. tens sugestões?

quink644 disse...

Abel Alçada? ou Abel Calcado? Por exemplo...

do zambujal disse...

Escrevo com os olhos toldados de água, tantas as lágrimas que me fizeste verter (emendei... pois tinha escrito: olhos todados de llágrimas, tantas as águas que me fizeste verter!)
Este texto é antológico!
És o maior! e não há salsicharia que te faça sombra, nem outro alegre que me faça rir, nem nenhum cavaco que me anibal (do Ribeiro não falo cá por coisas...)

Um abraço solidário até ao fim, isto é, Belém.

Zé Povinho disse...

Ao pé de V. Alteza os outros candidatos parecem tão pífios que até faz dó.
Um fervoroso apoiante de D. Pata Negra na sua candidatura a Belém.
Abraço respeitoso do Zé

Milu disse...

Olá Pata Negra!

Fugindo à tónica dos comentários já aqui registados digo-lhe que gosto do Fernando Nobre. Vi um vídeo na SIC Online com uma entrevista dele e gostei da forma convicta como se afirmou e da paixão que lhe pressenti na voz quando dizia que acreditava nas suas vontades. Eu ainda acredito nas pessoas e quero acreditar neste homem. Pior presidente da república do que aquele que temos hoje, já não pode haver. Opto pela mudança no cenário. Sempre os mesmos a mamar é que não!
Quanto à sua campanha: Gosto de si, escreve maravilhosamente, descreve nos seus contos cenas que me reportam para a minha adolescência um tanto espalha brasas, que fui e muito, faz uns comentários deliciosos, mas não acredito em si como presidente de todos os portugueses. É demasiado partidário, tem de ser mais isento! :D
Um abraço da amiga Milu.

opolidor disse...

tá difícil escolher com tanta carne em exposição...

abraço e continua que ainda consegues ser metade de um presidente

Mariazinha disse...

Cem por cento ao teu lado!

Já comecei a campanha no cara-livro!
Fazia todo o sentido criar uma pagina de apoiantes lá no cara.

Beijokas

Anónimo disse...

quem mais pode mandar numa vara ?
quem mais sabe de pocilgas?
quem está à vontade no meio de tanta merda (que veio para durar)?
esta sim ,já parece uma candidatura bem contextualizada.
abraço do vale.

Marreta disse...

Muito bem, apoiado!! Gostei de tudo menos aquela da "metade das viagens"!

Saudações do Marreta.

Marreta disse...

Muito bem, apoiado!! Gostei de tudo menos aquela da "metade das viagens"!

Saudações do Marreta.

Ferroadas disse...

Metade dos jantares é que não, ó porra, pelo menos durante quatro primaveras comias à borliú.

Abraço sempre a pagar (almoços)

Nocturna disse...

Majestade,
A minha alma está parva !!
Então enquanto a mais humilde das suas súbditas anda por fora, o Rei aproveita e lança uma candidatura a presidente? O trono é seu !.
Fico um pouco desconcertada ao vê -lo envolver-se nestas cavacadas . Vou reflectir e ponderar se gostarei de o ver a comer pastelinhos de Belém .
Cá estou de volta, Pata Negra .
De joelho em terra como sempre :)
Um abraço

SILÊNCIO CULPADO disse...

D.Pata Negra

É teu o meu voto. És o único genuíno, aquele que entende um povo de que todos falam e todos se distanciam.
Apesar do que dizes do Nobre ele tem uma vantagem sobre os outros: é um homem que vive no terreno as injustiças e que tem dedicado a vida a quem precisa.
Muito confuso em termos políticos é verdade, sim senhor, mas acredito que ele encontrará o fio condutor através das causas que defende.
Não está à tua altura, isso não. Por isso te escolho a ti.

Abraço