sexta-feira, 1 de outubro de 2010

A Caminho de Belém

Eles fecham tudo o que é serviço público na província. E fazem-no com tal descaramento que garantem aos microfones que com o fecho desses serviços as populações ficam melhor servidas.
Dizem que os serviços fecham porque não têm condições e que nas capitais têm serviços de excelência. E dizem-no com tal descaramento que afirmam aos microfones que com o fecho desses serviços estão a combater a desertificação do interior.
Qualquer dia ainda acabam a deportar as populações para as cidades em nome da conservação da natureza e do combate à desertificação.

Pois o candidato Pata Negra pretende fomentar a deslocação das famílias das capitais para a província e, como o que está a dar é fechar, propõe o fecho imediato:
1- De todos os centros comerciais com mais que 1 dono.
2- De todos os quartéis com mais de 2 coronéis.
3- De todas as esquadras com mais de 10 polícias
4- De todos os parques com mais de 20 automóveis
5- De todos os hospitais com mais de 100 doentes.
6- De todas as escolas com mais de 200 alunos.
7- De todos as repartições com mais de 1000 clientes.
8- De todas as igrejas com mais 2000 fiéis.
9- De todos as freguesias com muitos eleitores.
10- De todas as sedes do PS que são bordéis.

A Presidência da República manter-se-á em Belém
Mas a coroa irá para Vila do Rei
VOTA PATA NEGRA - O PRESIDENTE REI

8 comentários:

Kássia Kiss disse...

Uau! O que hei-de dizer? Estou sem palavras!

Zé Povinho disse...

Voto assegurado, porque prezo muito a qualidade de vida que não existe nas grandes urbes.
Abraço do Zé

opolidor disse...

chega-lhes bácoro! com força!
abraço

antonio - o implume disse...

Tu queres mesmo fechar o PS, mas olha que o slogan um presidente só para alguns tem sido o lema de Cavaco.

JFrade disse...

Ups!
A sede das sedes do PS, no Largo da Rata, era a primeira a fechar.
Apelidar de clientes os tristes que se arrastam pelas repartições é que acho mal. Extorquidos, roubados ou similar, parece-me, talvez fosse mais adequado.
Quarteis com 3 ou mais coroneis há poucos. Todos sabemos que a pirâmide nas Forças Armadas está invertida, isto é, há mais oficiais generais que soldados. É por isso que os quartéis estão cheios de brigadeiros e generais, tantos que não há espaço nem secretárias nem telefones suficientes para todos. Coitados deles que têm que "trabalhar" por turnos.
Quanto aos centros comerciais, cuidado: há por aí muitos de um só dono. Conheço um tal Avezedo que tem uma data deles.
Quanto ao resto, tudo bem.
JFrade

MARIA disse...

Majestade,

Vª Majestade é mais de abrir portas do que de fechar. E o seu texto revela um profundo conhecimento do País real - por exemplo- a maioria das esquadras, fora dos grandes centros não fecharia, e os Centros comerciais, idem .......
e por aí fora.
Ou seja, substancialmente fechados só seriam alguns "maus serviços centrais".
É arte ...
Podia também mandar fechar algumas bocas, mas ainda o acusavam de censura, logo e como sempre Vª Majestade esteve muito bem.

NB - apenas esta nota : se muitos bordéis fechassem o atentado ao pudor caía na rua e as matas já andam tão consumiditas dos incêndios... pois, nessa parte não sei não ...
E depois tem que dar-se o benefício da dúvida permitindo-lhes provar que por ali não se borda , bordados é na Madeira :)
Esses, mesmo genuínos !

Um beijinho amigo
Custa muito arranjar lugar para habitar em Vila de Rei ?

Compadre Alentejano disse...

As Repartições de Finanças são os locais onde a vítima vai ao encontro do ladrão (Estado)...
Não digo que deviam ser fechadas mas, ao menos, desaparecerem...
Conto contigo, Pata Negra!
Abraço
Compadre Alentejano

Marreta disse...

À excepção de escolas e hospitais, era fechar tudo com ou sem frquentadores!
Já há tipografia para imprimir os panfletos?

Saudações do Marreta.