quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

A carga fiscal explicada em legos, segundo o PCP

A presença da ministra das Finanças na Comissão de Orçamento e Finanças, hoje no Parlamento, ficou marcada por um momento insólito. O deputado comunista Paulo Sá recorreu a uma construção em legos para demonstrar que não há alívio fiscal em 2015.

Repare-se no pormenor da ministra puxar dos óculos.


8 comentários:

Isabel Lourenço disse...

O cinismo desta gente,é impressionante,então quando confrontados com a realidade e de esta vez de uma maneira tão explícita!

cid simoes disse...

Somos as vítimas do esbulho e a quadrilha goza e sorri.

Peta Negra disse...

Quer dizer que a carga (carregamento, carrego, frete, ónus, fardo...) fiscal não vai diminuir, conforme o apregoado, mas aumentar. E o povo aguenta? "Ai aguenta, aguenta" afirma o Fernando Ulrich do alto do seu salário mínimo (ou será RSI). Era amarrá-los todos com uma corda, metê-los numa data de aviões, largá-los no limite da ZEE e dizer-lhes: agora nadem.
PETA NEGRA

José Lopes disse...

Quando viram que até para eles era claro que os impostos não diminuiam, ficaram fulos da vida...
Cumps

Vieira Calado disse...

Bem feito!

Saudações poéticas!

Josiel Dias disse...

Olá meus amigos, como é maravilhoso encontrar sites com este seu. Parabéns pelo belo trabalho, já estou seguindo.
Aproveitando a oportunidade gostaria de compartilhar com você nosso
blog. Ficaremos felizes por vossa visita e mais ainda se seguir-nos.

AGUARDAMOS SUA VISITA

Atenciosamente

Josiel Dias
http://josiel-dias.blogspot.com
Rio de Janeiro

cid simoes disse...

Este Josiel quer clientes para a sua igreja, o comentário é tipo chapa1.

Zambujal disse...

Foi muito bem arrancado!
Parabéns ao Paulo Sá, ao Grupo Parlamentar... a vossa majestade.